Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Notícias
  3. Professores de Matemática, Química e Física dão dicas para o Enem 2017

Professores de Matemática, Química e Física dão dicas para o Enem 2017

Provas serão aplicadas dentro de Ciências da Natureza, no próximo domingo, 12 de novembro.

Publicado por Lorraine Vilela Campos
09/11/2017 14h23 , atualizado em 09/11/2017 15h56
Com os 30 anos do acidente do Césio 137, radioatividade pode ter maior destaque no Enem
Com os 30 anos do acidente do Césio 137, radioatividade pode ter maior destaque no Enem

O último dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 está chegando! No próximo domingo, 12 de novembro, os participantes terão que responder questões de Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia) e Matemática. 

Matemática, Química e Física são disciplinas consideradas difíceis por grande parte dos estudantes e podem deixar os participantes do Enem apreensivos. Apesar de serem áreas ricas em fórmulas, cálculos e de abordagem direta, no Enem elas exigem leitura atenta e interpretação de texto, já que o exame traz problematizações e incentiva o participante a ler.

Uma dica para quem vai fazer o Enem no próximo domingo é pensar nas disciplinas inseridas no cotidiano, em situações como o funcionamento de uma garrafa térmica, a poluição do ar pelos combustíveis ou como a energia elétrica chega até a sua casa, por exemplo. 

O Enem relaciona os conhecimentos de Matemática, Química e Física com situações ligadas ao meio ambiente e à vida em sociedade. Além disso, as questões podem ser trabalhadas interdisciplinarmente, por isso a leitura do enunciado e das alternativas é tão importante. 

Física

Física é uma disciplina que contém diferentes fórmulas. No entanto, somente decorá-las e não saber como aplicá-las não ajuda o estudante na hora de resolver as questões. "O Enem é uma avaliação que, tradicionalmente, não se caracteriza por cobrar equações descontextualizadas", destaca a professora de Física do Colégio Mopi, Heloize Charret. 

A professora Heloize aconselha aos estudantes que vejam quais as questões mais recorrentes nos temas cobrados nas provas do Enem. Ela cita duas que são muito importantes e que costumam cair todos os anos, inclusive, relacionadas. "É o que chamamos de excelente relação custo-benefício", afirma. 

P= V i => "Essa equação relaciona a potência elétrica consumida, por exemplo, por um equipamento, em função da tensão e da corrente elétrica. Como o consumo e a economia de energia são temas de muito impacto para o Enem, essa é uma equação bastante importante", destaca Heloize. 

Q = mc∆t => "A equação fundamental da calorimetria permite calcular a quantidade de calor, Q, necessária para produzir uma variação de temperatura, ∆t, em uma determinada massa, m, de uma substância de calor específico, c", explica a professora. 

Heloize ressalta que uma boa aposta é combinar as equações citadas para trabalhar problemas que envolvam aquecimento ligado ao consumo de energia, como acontece em chuveiros e cafeteiras, por exemplo. 

O professor de Física da escola Dínamis, Daniel Amaro, também lembra aos estudantes a importância de se pensar a Física nas aplicações cotidianas. "Facilita os conceitos", ressalta. O educador destaca, ainda, os temas recorrentes no Enem e exemplifica cada caso. Confira:

=> Mecânica: "Os principais enfoques são com base nos tópicos de Cinemática e Dinâmica dos corpos", ressalta Daniel. 

=> Ondulatória: "A maioria das abordagens é feita sobre elementos que compõem uma onda e fenômenos ondulatórios", afirma o professor. 

=> Termodinâmica: "O exame aborda os conceitos de temperatura, calor e suas transformações, além das transformações de energia térmica em Trabalho", destaca Daniel. 

=> Eletricidade e Energia: "A prova busca relacionar o conteúdo com situações cotidianas, envolvendo conceitos de Eletrostática, Eletrodinâmica e Eletromagnetismo", finaliza o educador. Veja equações da Eletricidade.

Química

Considerada uma das provas mais puxadas do Enem nos últimos anos, a parte de Química traz abordagens mais aprofundadas. Segundo o professor de Química da escola Dínamis, Clayton Rosman, o estudante precisa saber ler e interpretar as tabelas, trechos de jornais, textos e gráficos que aparecem no exame. 

"Mas também pode vir relacionada a tópicos do nosso cotidiano como a filtração ou a extração de substâncias de uma folha para fazer um chá" - Professor Clayton sobre Separações de Misturas em Química.

Clayton destaca que, assim como nas outras área, Química tem uma abordagem muito focada no dia a dia. "Sempre relacionando a aplicação do conteúdo com o cotidiano, meio ambiente e a influencia da ciência na história", ressalta. Abaixo estão alguns temas que caem bastante no Enem:

=> Radioatividade: Em época de aniversário de 30 anos do episódio do Césio 137, maior acidente radiotivo do Brasil, é importante conhecer os impactos sociais e históricos das substâncias radiotivas, já que é desta maneira que o Enem cobra esta área da Química em suas provas. 

"É importante que o aluno tenha noção do funcionamento básico de uma usina nuclear. Saber a questão energética das usinas, quais os impactos ambientais, quais as vantagens de usar uma usina nuclear em relação às outras fontes de energia, como hidrelétricas e termoelétricas", ressalta Clayton. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

=> Termoquímica: área do Enem muito ligada à natureza, a termoquímica está presente em questões sobre matriz energética, como o uso de diferentes tipos de combustíveis e seus impactos. 

=> Separação de misturas: a água é algo recorrente no Enem. Vários conteúdos abordam as formas de tratamento e o processo que leva para que ela chegue até as residências. Além disso, a destilação fracionada para separar componentes do petróleo também é algo comum nas provas. "Mas também pode vir relacionada a tópicos do nosso cotidiano como a filtração ou a extração de substâncias de uma folha para fazer um chá", destaca Clayton.

=> Química orgânica: Em um mundo que necessita de medidas sustentáveis, a cobrança de temas como reciclagem e reaproveitamento de materiais é algo bastante presentes em provas como o Enem. "É importante ter domínio sobre polímeros, reações orgânicas, reconhecimento das funções orgânicas, isomeria e classificação das cadeias", afirma o professor. 

=> Cálculo Estequiométrico (rendimento, pureza) e soluções (mistura, concentração): Presente nos últimos anos, o cálculo que é utilizado para determinar a quantidade de reagentes necessária para uma reação e a quantidade de produto que será obtido é algo visto em situações cotidianas como quanto colocar de açúcar para adoçar o café, por exemplo. 

=> Funções inorgânicas: O participante vai se deparar com o tema em relação à formação da chuva ácida, tratamento do solo e poluição, por exemplo. O assunto envolve óxidos, sais, ácidos e bases. "O aluno precisa entender o conceito e aplicação das funções, além de dominar a nomenclatura", diz o educador.  

=> Deslocamento de Equilíbrio e PH: "Além do estudante ter que saber caracterizar uma solução como ácida ou básica, ele deve analisar como esse pH vai alterar o meio reacional", afirma Clayton. Esta parte vem sendo abordada no Enem envolvendo o consumo de refrigerante e outros produtos ácidos e a forma como eles afetam o equlíbrio químico de algumas partes do corpo.

Matemática

Mãe das Ciências Exatas, a Matemática coloca medo em muitos estudantes. Para o professor do colégio Mopi, Bruno Vianna, conhecer as fórmulas é importante, mas saber aplicar o conceito em questões interdisciplinares é crucial. 

"O principal é o participante ter uma boa base da matemática do Ensino Fundamental e uma ótima percepção de como modelar uma situação problema com esses conceitos" - professor Bruno Vianna

"O Enem foge da decoreba. O principal é entender conceitos. As "fórmulas" não necessariamente terão que ser utilizadas. Mas o aluno, além de dominar conceitos, tem que estar preparado para aplicá-los em situações problemas", ressalta Bruno. 

O professor orienta aos estudantes que leiam a matriz de referência do edital do Enem para ter noção do que é cobrado. Ele destaca que o exame cobra conhecimentos sobre conteúdos vistos ainda no ensino fundamental e o que é estudado no ensino médio. "O principal é o participante ter uma boa base da matemática do Ensino Fundamental e uma ótima percepção de como modelar uma situação problema com esses conceitos e também os conceitos do Ensino Médio", destaca. 

=> Teorema de Pitágoras: Bruno destaca que é preciso compreender "as ideias de proporcionalidade ligadas às questões aritméticas, geométricas e algébricas; entender que todas as "fórmulas" de áreas saem da ideia da área de um retângulo (inclusive a do círculo)". Veja como é o Teorema de Pitágoras no cotidiano.

=> Geometria espacial: "Os itens de geometria espacial são importantes e abordam muito o conceito de volume, além de utilizar muitas ideias da geometria plana e de habilidades ligadas a espaço e forma", ressalta Bruno.

=> Probabilidade e Estatística: ter noção dos conceitos, já que são bem exigidos no Enem.

=> Função afim ou Equação da reta: Bruno afirma que é importante ter a ideia de função fim ou equação da reta, de forma que esteja ligada em diferentes situações. 

Tire suas dúvidas no Super Vestibular

Ficou com dúvidas? Confira as dicas no Super Vestibular e veja as provas das edições passadas para conhecer a área de exatas do Enem. 

Veja também

Resultado do SiSU 2020/1 já pode ser conferido
Convocados deverão comparecer às universidades entre os dias 29 de janeiro e 04 fevereiro

STJ autoriza divulgação do resultado do SiSU 2020/1
Decisão atende recurso protocolado no tribunal pela AGU para garantir a manutenção do calendário de divulgação da lista de aprovados.

Ufopa adia resultado do Vestibular 2020 por causa de suspensão do SiSU 2020/1
Conforme cronograma, lista de aprovados em processo seletivo que usa notas do Enem deveria sair hoje (28)

UFSC divulga 2ª chamada e 1º remanejamento do Vestibular Unificado 2020
Os selecionados deverão se atentar as etapas de matrículas, já que a primeira delas é a matrícula virtual e destinada a todas as modalidades de aprovados.

Famema 2020: confira o resultado do vestibular
Agora, os selecionados deverão realizar matrículas no período de 05 a 07 de fevereiro, na sede da Famema.

Inscrições do ProUni 2020/1 estão suspensas
Apesar das inscrições do ProUni 2020/1 estarem suspensas, já está disponível a consulta as bolsas.

UFMS libera notas da 1ª e 2ª etapas do Passe 2019
Instituição também divulgou as informações sobre matrícula dos aprovados no Passe e Vestibular 2020.

IFRO solta classificação preliminar do Vestibular 2020
Previsão é que o resultado final seja divulgado na próxima sexta-feira (31). Foram oferecidas quase mil vagas.

Resultados de vestibulares são adiados após suspensão do SiSU 2020/1
Entre as instituições estão as federais de São Paulo (Unifesp) e do Pará (UFPA). UFSC suspendeu cronograma de matrículas do SiSU.

UFRR disponibiliza classificação preliminar do Vestibular 2020
Aqueles que queiram apresentar recursos contra a classificação preliminar deverão fazer isso ainda hoje (27). O resultado dos recursos será disponibilizado no dia 28 seguinte .

Unespar divulga 2ª chamada do Vestibular 2020
De acordo com o edital de matrículas, os selecionados deverão se matricular no dia 29 de janeiro. Uma nova chamada é esperada para o dia 31 deste mesmo mês. 

Pré-vestibular gratuito em Brasília está com inscrições abertas para turmas de 2020
Podem participar do preparatório, que tem foco nas provas do Enem, candidatos que estão matriculados no último ano do ensino médio em escola pública ou que já concluíram essa etapa também na rede pública.