Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Notícias
  3. MEC libera 1ª chamada do SiSU 2015/1

MEC libera 1ª chamada do SiSU 2015/1

Matrículas dos selecionados devem ser realizadas entre os dias 30 de janeiro, 02 e 03 de fevereiro

Publicado por Érica Caetano
26/01/2015 11h25 , atualizado em 26/01/2015 11h34

A partir desta segunda-feira, 26 de janeiro, os estudantes já podem consultar o resultado da primeira convocação dos selecionados no Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2015/1. A consulta pode ser feita a partir desta página eletrônica, nas instituições inscritas no sistema e na central de atendimento do Ministério da Educação (MEC), através do telefone 0800-616161. O boletim de desempenho também pode ser visualizado aqui.

As inscrições para o SiSU 2015/1 foram recebidas durante a semana passada, entre 19 e 22 de janeiro. Esta é a primeira edição do Sistema este ano, registrando número recorde de inscrições recebidas, batendo os números registrados na edição do ano anterior.

Até as 21h do último dia, 2.772.175 candidatos haviam confirmado participação no programa. O balanço total de inscritos e outros dados finais do SiSU 2015/1 serão divulgados ainda hoje, segundo a assessoria de comunicação do MEC.

As matrículas dos selecionados nesta chamada devem ser realizadas entre os dias 30 de janeiro, 02 e 03 de fevereiro. Os classificados precisam conferir junto à instituição para o qual foram aprovados a documentação e os procedimentos necessários para o registro acadêmico, além do local e horário.

Os não classificados que tenham interessem em participar da lista de espera também precisam indicar hoje a sua inclusão. Eles deverão manifestar interesse até o dia 06 de fevereiro, exclusivamente pela internet. Isto porque o SiSU realizará dessa vez somente a 1ª chamada, as demais ficará a cargo das instituições de ensino. No dia 11 de fevereiro será feita a convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições, que ficará encarregada das chamadas posteriores.

SISU 2015/1

Foram oferecidas nesta edição 205.514 oportunidades em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de ensino. O número de postos disponibilizados para ingresso na carreira de Medicina cresceu 28% em comparação à primeira edição do ano passado. A oferta para o curso de engenharia também foi ampliada (22%).

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Aqueles que realizaram as provas do Enem 2014 e não zeraram a redação puderam participar. O resultado do exame educacional saiu em 13 de janeiro. Os interessados puderam se inscrever em até duas opções de cursos e indicar a ordem de preferência, o turno e o nome da instituição.

No momento da inscrição, também foi necessário que o candidato informasse se desejava concorrer pelo sistema de cotas. Na edição deste ano, o percentual mínimo a ser reservado para os estudantes de escola pública é de 37,5%. No entanto, do total de 99 instituições federais participantes do sistema (59 universidades e 40 instituições de educação profissional), 68 já oferecem 50% de postos ou mais para egressos de escolas públicas. De acordo com o MEC, a reserva de vagas conforme a Lei de Cotas é implementada gradualmente (12,5% a cada ano, desde 2013), até alcançar o percentual de 50% em 2016.

Também segundo o último balanço publicado pelo órgão, às 18h do dia 22, último dia de inscrições, a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) foram as instituições com o maior número de inscritos, com 178.598 e 177.797, respectivamente.

Já os estados de Minas Gerais e São Paulo estavam entre as primeiras posições no que se refere ao número de inscritos, com 310.847 e 291.789, respectivamente. E os cursos de Administração (295.799), Direito (254.217), Pedagogia (231.432) e Medicina (229.771) foram os mais procurados. 

O SiSU foi criado pelo MEC em 2010. Os candidatos são selecionados através do sistema on-line, que se baseia na nota obtida pelo estudante no Enem. Confira aqui mais detalhes sobre o SiSU.

Veja também

Pré-Enem 2020 gratuito em Campina Grande (PB) está com inscrições abertas
Interessados nas 80 vagas devem fazer o cadastro pessoalmente na sede do cursinho, no bairro Catolé

Locais de prova do Vestibular EaD 2020 da UFS já podem ser acessados
Os inscritos deverão acessar e imprimir o cartão de identificação para apresentá-lo no dia das provas.

UFT solta resultado dos pedidos de isenção do Vestibular 2020/2
Inscrições para processo seletivo da Universidade Federal do Tocantins poderão ser feitas a partir de março

UFT oferta 148 vagas remanescentes do Vestibular 2020/1 via Enem
As inscrições são gratuitas e vão até 03 de março. Para participar é preciso utilizar o desempenho das edições de 2018 ou 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

UEMA solta 2ª chamada de excedentes do PAES 2020
Selecionados deverão realizar matrículas de 2 a 5 de março, das 09h às 12h e das 14h às 17h30

UnB publica 2ª chamada do Vestibular 2020/1 via Enem
Os candidatos aprovaodos deverão se matricular entre os dias 28 de fevereiro e 1º de março, das 09h às 18h

Resultado do Fies 2020/1 está disponível
Quem não foi selecionado na chamada única do Fies Juro Zero poderão participar da lista de espera de 28 a 31 de março. 

Fuvest 2020: convocação da lista de espera começa hoje (26)
Segundo a organizadora do vestibular, os selecionados deverão fazer as matrículas virtuais em até 48 horas após a convocação

UFFS recebe inscrições para vagas remanescentes do Vestibular 2020 via Enem
Podem participar deste processo seletivo os candidatos que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em qualquer edição entre 2015 e 2019.

Uneb disponibiliza cronograma de matrículas do Vestibular 2020
De acordou com o documento disponibilizado, as datas são diferentes de acordo com a modalidade do curso: presencial ou a distância. Também foi divulgada a data das próximas chamadas.

Confira livros que serão exigidos nos Vestibulares 2020/2 e 2021 da UFSC
Três obras literárias serão cobradas em ambos os processos seletivos. Entre elas, está livro de Clarice Lispector.

2ª repescagem do Vestibular 2020 da UFPA é publicada
Agora, os novos aprovados deverão primeiramente preencher o cadastro virtual para posterior matrícula presencial.