Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Notícias
  3. Fies 2018: estudantes terão diferentes modalidades de financiamento

Fies 2018: estudantes terão diferentes modalidades de financiamento

Oferta será de 300 mil vagas no total. Mudanças valerão para a edição de 2018 e foram anunciadas hoje.

Publicado por Érica Caetano
06/07/2017 11h09 , atualizado em 13/07/2017 12h25

O ministro da Educação, Mendonça Filho, junto com o presidente da República, Michel Temer, apresentaram na manhã desta quinta-feira, 06 de julho, o Novo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), com as mudanças que o programa terá e que serão implantadas na edição de 2018.

Veja mais: MEC divulga cronograma do Fies 2017/2

No Novo Fies, os estudantes terão três diferentes modalidades de financiamento, com oferta 300 mil vagas por ano, no total, devido a adesão de bancos privados junto ao programa de financiamento.

Na primeira modalidade do Fies, serão ofertadas 100 mil oportunidades por ano, com juros zero e com correção da inflação. Nesta categoria, chamada de Fies 1, poderão concorrer estudantes que possuam renda familiar mensal de até três salários mínimos per capita. Para estes, o aluno começará a pagar as prestações respeitando a sua capacidade de renda com parcelas de no máximo 10% de sua renda mensal.

Uma das principais mudanças do Novo Fies, nessa modalidade, é o compartilhamento com as universidades privadas do risco do financiamento, que no modelo atual fica concentrado no governo. Uma outra medida que garante a sustentabilidade do programa é a fixação do risco da União do fundo garantidor, evitando a formação de passivo para o setor público. 

Já o Fies 2 ou Fies Regional, tem como foco os estudantes de classe média dos estados das regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Os recursos serão dos fundos constitucionais dessas regiões citadas, com juros de até 3% ao ano e limite de renda de até cinco salários mínimos por pessoa, com juros baixos e risco de crédito dos bancos. Serão ofertadas 150 mil vagas em 2018 para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

No Fies Desenvolvimento, também com objetivo de atingir os estudantes da classe média, os recursos virão do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e de fundos de desenvolvimentos regionais do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. No entanto, Mendonça Filho não disse se esta modalidade será exclusiva para estudantes que residam nestas regiões. O limite de renda familiar será de cinco salários mínimos e não foi informada quanto a taxa de juros.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Serão ofertadas 60 mil vagas no próximo ano. O Ministério da Educação (MEC) também discute com o Ministério do Trabalho uma nova linha de financiamento que pode garantir mais 20 mil vagas adicionais em 2018.

Veja como funcionará as modalidades do Novo Fies:

Fies 1

- Oferta de 100 mil vagas para todo o país;

- Juros zero, mas com correção da inflação;

- Fonte de recurso será o Tesouro Nacional;

- As prestações deverão ser de, no máximo, 10% da renda familiar;

- Renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa.

Fies 2 - Fies Regional

- Oferta de 150 mil vagas por ano para Norte, Nordeste e Centro-Oeste;

- Fonte de recursos: fundos constitucionais regionais;

- Renda familiar mensal de até cinco salários mínimos por pessoa;

- Juros de até 3% ao ano mais correção monetária.

Fies 3 - Fies Desenvolvimento

- 60 mil vagas por ano, com a viabilidade em estudo para o aumento de 80 mil;

- Renda familiar mensal de até cinco salários mínimos por pessoa;

- Não há ainda informações sobre a taxa de juros;

- Fonte de recursos: BNDES e fundos de desenvolvimento regionais.

Outra novidade é que o estudante saberá o valor total do seu empréstimo na assinatura do seu respectivo contrato. Diferente de como acontece hoje, já que o financiamento é reajustado bem como renovado de seis em seis meses. A inclusão de bancos privados no Fies fará com que o Governo Federal economize cerca de R$ 300 milhões por ano com taxas operacionais de bancos públicos.

Para garantir o Novo Fies, o governo enviará Medida Provisória (MP) para o Congresso com o objetivo de evitar a descontinuidade, o risco fiscal e operacional, assim como garantir as medidas preparatórias para adesão dos bancos, a constituição de um novo fundo garantidor e novos sistemas de Tecnologia da Informação (TI) para a seleção e o financiamento.

Outros detalhes referentes ao Fies 2018 estão previstas de serem divulgadas amanhã, dia 07, por meio de publicação no Diário Oficial da União (D.O.U.). Também deverão ser divulgadas as regras e vagas do Fies 2017/2.

 

Veja também

Pré-Enem 2020 gratuito em Campina Grande (PB) está com inscrições abertas
Interessados nas 80 vagas devem fazer o cadastro pessoalmente na sede do cursinho, no bairro Catolé

Locais de prova do Vestibular EaD 2020 da UFS já podem ser acessados
Os inscritos deverão acessar e imprimir o cartão de identificação para apresentá-lo no dia das provas.

UFT solta resultado dos pedidos de isenção do Vestibular 2020/2
Inscrições para processo seletivo da Universidade Federal do Tocantins poderão ser feitas a partir de março

UFT oferta 148 vagas remanescentes do Vestibular 2020/1 via Enem
As inscrições são gratuitas e vão até 03 de março. Para participar é preciso utilizar o desempenho das edições de 2018 ou 2019 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

UEMA solta 2ª chamada de excedentes do PAES 2020
Selecionados deverão realizar matrículas de 2 a 5 de março, das 09h às 12h e das 14h às 17h30

UnB publica 2ª chamada do Vestibular 2020/1 via Enem
Os candidatos aprovaodos deverão se matricular entre os dias 28 de fevereiro e 1º de março, das 09h às 18h

Resultado do Fies 2020/1 está disponível
Quem não foi selecionado na chamada única do Fies Juro Zero poderão participar da lista de espera de 28 a 31 de março. 

Fuvest 2020: convocação da lista de espera começa hoje (26)
Segundo a organizadora do vestibular, os selecionados deverão fazer as matrículas virtuais em até 48 horas após a convocação

UFFS recebe inscrições para vagas remanescentes do Vestibular 2020 via Enem
Podem participar deste processo seletivo os candidatos que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em qualquer edição entre 2015 e 2019.

Uneb disponibiliza cronograma de matrículas do Vestibular 2020
De acordou com o documento disponibilizado, as datas são diferentes de acordo com a modalidade do curso: presencial ou a distância. Também foi divulgada a data das próximas chamadas.

Confira livros que serão exigidos nos Vestibulares 2020/2 e 2021 da UFSC
Três obras literárias serão cobradas em ambos os processos seletivos. Entre elas, está livro de Clarice Lispector.

2ª repescagem do Vestibular 2020 da UFPA é publicada
Agora, os novos aprovados deverão primeiramente preencher o cadastro virtual para posterior matrícula presencial.