1. Home
  2. Notícias
  3. Enem 2018 termina com poucas ocorrências e faltosos

Enem 2018 termina com poucas ocorrências e faltosos

Participantes consideraram a prova de química como a mais difícil de todos os tempos

Publicado por Silvia Tancredi em 12 de Novembro de 2018 às 16:49 em Notícias

Compartilhe


As últimas provas do Enem 2018 foram aplicadas ontem, 11 de novembro, em mais de 1,7 mil cidades brasileiras. Os participantes também fizeram testes no último dia 4.

No segundo dia do Enem 2018, foram registradas 1.610.681 ausências, o que representa 29,2% do total de 5.513.749 inscritos na edição.

Confira a correção comentada do 2ª dia do Enem 2018

“O Enem 2018 foi totalmente tranquilo, levando-se em conta a proporção de participantes do exame com as ocorrências registradas. Todos que trabalharam e que realizaram as provas estão de parabéns”, destacou o Ministro da Educação Rossieli Soares Silva.

Porém, conforme já tinha sido informado pela organização do exame educacional, participantes afetados por problemas logísticos poderão registrar a ocorrência de hoje até o dia 19 de novembro pela Página do Participante do site do Enem.

Entre as novidades desta edição, foi o acréscimo de meia hora no segundo dia de provas. Célio Tasinafo, diretor pedagógico do colégio Oficina do Estudante, acredita que o tempo a mais beneficiou alunos que tiveram melhor estratégia para resolver a prova, não necessariamente os que sabiam mais ou os que tiveram mais dificuldade. 

“O acréscimo não foi grande, mas fez diferença para alunos que dominavam o modelo das questões, que treinaram mais e que, por conseguinte, desenvolveram estratégias pessoais mais eficientes para mostrar tudo o que sabiam, fazendo o maior número de questões possível e evitando atropelos ou chutes por falta de tempo para a resolução”, avalia. 

Provas

Ontem, os estudantes responderam 45 questões objetivas de matemática e 45 de Ciências da Natureza, que engloba as disciplinas de Biologia, Física e Química. 

"A prova de Química foi considerada a mais difícil e exigente de todos os tempos de Enem", afirma o diretor pedagógico.

A opinião não é só de Tasinafo, mas também dos estudantes que manifestaram sua opinião nas redes sociais. “Mesmo quem fez todas provas anteriores e se preparou cuidadosamente deve ter estranhado pela dificuldade ter superado as expectativas”, acredita ele.

Por outro lado, a prova de física foi considerada um pouco mais fácil que a do ano passado. Tasinafo analisa, entretanto, que as questões estavam mais diretas, sem contextualização, sem a aproximação dos conteúdos à realidade dos alunos. Para ele, essa “mudança” representa uma perda e até afastamento do padrão formal das questões que o Enem sempre teve. 

Saiba como foi o primeiro dia de provas do Enem 2018

A surpresa na prova de biologia foi a presença de várias questões sobre genética, o que também pode ter surpreendido os estudantes, conforme destaca Tasinafo.

O diretor comenta que a prova de matemática se manteve mais próxima às edições anteriores, sobretudo no que diz respeito à contextualização. “O detalhe desse ano foi a cobrança de assuntos que não figuravam anteriormente nas provas: elipse e logaritmo natural”. 

Gabarito e resultado 

A previsão é que os gabaritos oficiais do Enem 2018 sejam liberados na próxima quarta-feira (14). Já as notas devem sair no dia 18 de janeiro de 2019. 

Veja também: como é calculada a nota do Enem

Depois do Enem 

As notas do Enem 2018 podem ser usadas para participar de programas como o Sistema de Seleção Unificada (SiSU); Programa Universidade Para Todos (ProUni) e Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Quem fez o Enem pode ainda usar o desempenho para se inscrever em vestibulares de diversas universidades e usar as notas para ingressar em instituições portuguesas

VEJA TAMBÉM

1 2