1. Home
  2. Notícias
  3. Datas do ProUni 2019/1 podem ser conferidas no edital do programa

Datas do ProUni 2019/1 podem ser conferidas no edital do programa

Programa do MEC oferece bolsas de estudos de 50% e 100% para quem fez o Enem 2018

Publicado por Lorraine Vilela Campos em 10 de Dezembro de 2018 em Notícias

Compartilhe


As datas da primeira edição de 2019 do Programa Universidade Para Todos (ProUni) já foram definidas pelo Ministério da Educação (MEC). De acordo com o edital, as inscrições serão recebidas de 29 de janeiro a 1º de fevereiro.

Saiba mais sobre o ProUni

Consulte o Edital com as datas do ProUni

O MEC publicará o resultado do ProUni 2019/1 em 4 de fevereiro de 2019. Os convocados terão que confirmar as informações nas instituições de ensino até o dia 15 seguinte.

A segunda chamada do ProUni sairá em 18 de fevereiro, contando com a confirmação de informações e matrículas até o dia 1º de março. 

As manifestações da lista de espera serão recebidas em 7 e 8 de março. O MEC repassará a lista para as instituições no dia 11 seguinte, enquanto a confirmação de informações dos candidatos será em 12 e 13 do mesmo mês. 

Veja as datas do ProUni 2019/1:

  • Inscrições: 29 de janeiro a 1º de fevereiro
  • 1ª chamada: 4 de fevereiro
  • Matrículas 1ª chamada: 4 de fevereiro a 15 de fevereiro
  • 2ª chamada: 18 de fevereiro
  • Matrículas 2ª chamada: 18 de de fevereiro a 1º de março
  • Manifestação da Lista de Espera: 7 e 8 de março
  • Divulgação da Lista de Espera para Instituições: 11 de março
  • Comparecimento às instituições: 12 e 13 de março

Regras do ProUni

A participação é exclusiva para quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 e alcançou média de 450 pontos nas provas. 

Além da pontuação, o candidato precisa se encaixar em uma das seguintes categorias:

=> Ter estudado todo o ensino médio em escola da rede pública;
=> Ter cursado o ensino médio completo em escola privada como bolsista integral;
=> Ter sido estudante durante o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em escola privada com bolsa integral;
=> Ser pessoa com deficiência;
=> Ser professor da rede pública de ensino, no exercício do magistério da educação básica e que esteja no quadro de pessoal permanente da instituição pública.

O ProUni exige comprovação de renda para preenchimento de vagas, o que muda conforme o tipo de bolsa:

=> Bolsa de 100%: renda de até 1,5 salário mínimo por pessoa
=> Bolsa de 50%: renda de até 3 salários mínimos por pessoa

ProUni + Fies

Os candidatos que tiverem bolsa de 50% do ProUni poderão complementar a mensalidade do curso com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). 

O Fies utiliza o Enem como forma de seleção, sendo necessária a comprovação de média de 450 pontos. O MEC aceita as edições de 2010 a 2018 como maneira de avaliar os candidatos. 

O Fies conta com duas modalidades de oferta: o Fies juros zero (fundo garantidor), com oferta de 100 mil vagas para 2019 e voltado para pessoas com renda de até 3 salários mínimos por pessoa, com seleção feita pelo MEC; e o P-Fies, categoria destinada aos participantes com renda de até 5 salários mínimos por pessoa, a qual tem os juros e a quantidade de vagas a critério dos bancos. 

Mais informações no site do ProUni.

VEJA TAMBÉM

1 2