Logo Super Vestibular

Pós-Graduação

Com duração de um a três anos, Pós-graduação no exterior costuma exigir conhecimento avançado da língua estrangeira.

Publicado por Wanja Borges
Pós-graduação no exterior também contribui para a fluência do estudante em outro idioma
Pós-graduação no exterior também contribui para a fluência do estudante em outro idioma

Assim como o domínio de uma língua estrangeira passou de diferencial mercadológico para pré-requisito, o mesmo acontece hoje com o diploma universitário. Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo e criterioso, a exigência do título de pós-graduação tem sido bastante comum em contratações especializadas. 

Neste sentido, agências de todo o país vêm investindo em programas de pós-graduação no exterior visando enriquecer, ainda mais, os currículos dos profissionais. Voltado para quem deseja aprofundar conhecimentos na área ou seguir carreira em ensino e pesquisa, o curso é ministrado em diferentes áreas de conhecimento.

Com duração de um a três anos, a especialização costuma exigir conhecimento avançado da língua estrangeira, comprovado por exame de proficiência. Além disso, documentos acadêmicos, traduzidos para o idioma nativo, também são cobrados por algumas universidades, bem como cartas de recomendação, projetos de pesquisa, testes especializados e entrevistas. 

O investimento desse tipo de programa costuma ser alto, por isso, o aconselhável é que profissionais procurem cursos com conteúdos diferenciados que não são oferecidos no país de origem, para melhor aproveitamento. Além disso, uma das alternativas é pesquisar sobre bolsas de estudos. Mesmo longo e criterioso, o processo seletivo pode resultar em descontos de 50% a 100%. 

Após o encerramento do curso, o pós-graduado precisa revalidar o diploma internacional. Uma certificação de autenticidade do diploma deve ser requisitada em um Consulado Brasileiro, ainda no exterior. Após este procedimento, o documento autenticado deve ser encaminhado ao Brasil para ser traduzido e revalidado em uma universidade brasileira. 

Ao contrário do que muitos pensam fazer uma pós-graduação no exterior não se resume apenas em estudar em universidades reconhecidas internacionalmente. Profissionais que tem a oportunidade de participar desse tipo de programa também adquirem fluência em outro idioma, vivência internacional e fortalecimento do networking, fatores que contribuem diretamente para a ascensão do profissional.  

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

 

Requisitos
•    Ensino Superior Completo
•    Nível avançado do idioma
•    Excelente histórico de graduação universitária 
•    Aprovação em Teste de Proficiência de Língua Estrangeira
•    Aprovação em Teste de Habilidade Específica 
•    Passaporte válido e visto de permanência

 

Custos 
•    Testes de proficiência (TOEFL, IELTS, TOEIC, etc.): US$ 100 a US$ 300
•    Testes específicos de conhecimento (GMAT, GRE): US$ 150 a US$ 300
•    Aluguel: US$ 100 a US$ 800
•    Transporte: US$ 20 a US$ 150 
•    Taxas consulares: US$ 200 a US$ 700

•    Austrália: US$ 11 mil a US$ 20 mil 
•    Cingapura: US$ 10 mil a US$ 12 mil
•    Estados Unidos: US$ 19 mil a US$ 27 mil
•    Malásia: US$ 5 mil a US$ 10 mil
•    Reino Unido: US$ 11 mil a US$ 40 mil 

 

Passo a passo
•    Preencher os requisitos exigidos;
•    Pesquisar sobre o país, universidade e curso; verificar documentos necessários e possibilidades de bolsas de estudo;
•    Verificar se há exigência de projeto de pesquisa. Se sim, pegar dados do orientador e do departamento onde deverá ser enviado o trabalho;
•    Verificar se há exigência de exame de proficiência em língua estrangeira e cartas de referências acadêmicas e profissionais; 
•    Reconhecer firma e validar documentos acadêmicos (Cartório e Ministério das Relações Exteriores); 
•    Participar do processo seletivo; 
•    Providenciar tradução dos documentos; 
•    Organizar um planejamento financeiro; 
•    Aperfeiçoar conhecimento no idioma;
•    Providenciar passaporte, visto J-1, seguro e passagens; 

Veja também

MEC amplia prazo de inscrições para o SiSU 2020/1
Datas foram alteradas para quem tiver problemas por causa de erros apresentados na correção do Enem 2019

UVA (CE) solta resultado do Vestibular 2020/1
Todos os aprovados no Vestibular também deversão se matricular nos dias 17 e 18 de fevereiro, de acordo orientações e documentos exigidos e listados no Edital.

UnB: acesse resultado da 2ª Certificação de Habilidades 2019
Documento é obrigatório para interessados em cursos das áreas de Arquitetura, Artes, Design e Música

IFMT publica 2ª chamada do Vestibular 2020
Convocados devem fazer registro acadêmico a partir de amanhã (21). Prazo segue até dia 23.

Univesp solta relação de aprovados no seu Vestibular 2020
As provas foram aplicadas das 13h às 18h em 1º de dezembro do ano passado para cerca de 55 mil candidatos.

Enem 2019: notas erradas podem atingir até 30 mil estudantes
O Instituto informou, na noite de ontem, que todos os candidatos que se sentiram lesados e quisessem questionar a correção das provas do Enem 2019 deveriam enviar um e-mail específico até às 10h de hoje.

Resultado do PAES 2020 da UEMA está disponível
As provas do PAES 2020 foram aplicadas em 20 de outubro (1ª fase) e 24 de novembro (2ª fase). O cronograma de matrículas e das demais chamadas ainda não foi liberado.

Hoje (20) é o último dia para se inscrever no Vestibular 2020 da Unir (RO)
Somente podem se inscrever estudantes que fizeram o Enem 2019, uma vez que eles serão avaliados por essas notas.

Chegam ao fim as inscrições do Vestibular 2020 da Unifap via Enem
Somente podem se inscrever candidatos que fizeram as provas do Enem 2018 ou 2019, uma vez que eles serão avaliados por meio dessa notas.

Unicamp 2020: provas de Habilidades Específicas começam a ser aplicadas
Devem realizar as provas os candidatos aos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música.

UFT recebe pedidos de isenção de taxa do Vestibular 2020/2
Os interessados podem fazer a solicitação até o próximo dia 23. É preciso apresentar documentos comprobatórios das condições exigidas pela UFT.

Enem 2019: somente 53 participantes tiram nota 1.000 na redação
"Democratização de acesso ao cinema no Brasil" foi o tema. Notas foram divulgadas no início da manhã de hoje.