Pós-Graduação

Com duração de um a três anos, Pós-graduação no exterior costuma exigir conhecimento avançado da língua estrangeira.

Publicado por Wanja Borges em Tipos de Intercâmbio

Compartilhe

Pós-graduação no exterior também contribui para a fluência do estudante em outro idioma
Pós-graduação no exterior também contribui para a fluência do estudante em outro idioma

Assim como o domínio de uma língua estrangeira passou de diferencial mercadológico para pré-requisito, o mesmo acontece hoje com o diploma universitário. Com um mercado de trabalho cada vez mais competitivo e criterioso, a exigência do título de pós-graduação tem sido bastante comum em contratações especializadas. 

Neste sentido, agências de todo o país vêm investindo em programas de pós-graduação no exterior visando enriquecer, ainda mais, os currículos dos profissionais. Voltado para quem deseja aprofundar conhecimentos na área ou seguir carreira em ensino e pesquisa, o curso é ministrado em diferentes áreas de conhecimento.

Com duração de um a três anos, a especialização costuma exigir conhecimento avançado da língua estrangeira, comprovado por exame de proficiência. Além disso, documentos acadêmicos, traduzidos para o idioma nativo, também são cobrados por algumas universidades, bem como cartas de recomendação, projetos de pesquisa, testes especializados e entrevistas. 

O investimento desse tipo de programa costuma ser alto, por isso, o aconselhável é que profissionais procurem cursos com conteúdos diferenciados que não são oferecidos no país de origem, para melhor aproveitamento. Além disso, uma das alternativas é pesquisar sobre bolsas de estudos. Mesmo longo e criterioso, o processo seletivo pode resultar em descontos de 50% a 100%. 

Após o encerramento do curso, o pós-graduado precisa revalidar o diploma internacional. Uma certificação de autenticidade do diploma deve ser requisitada em um Consulado Brasileiro, ainda no exterior. Após este procedimento, o documento autenticado deve ser encaminhado ao Brasil para ser traduzido e revalidado em uma universidade brasileira. 

Ao contrário do que muitos pensam fazer uma pós-graduação no exterior não se resume apenas em estudar em universidades reconhecidas internacionalmente. Profissionais que tem a oportunidade de participar desse tipo de programa também adquirem fluência em outro idioma, vivência internacional e fortalecimento do networking, fatores que contribuem diretamente para a ascensão do profissional.  

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Requisitos
•    Ensino Superior Completo
•    Nível avançado do idioma
•    Excelente histórico de graduação universitária 
•    Aprovação em Teste de Proficiência de Língua Estrangeira
•    Aprovação em Teste de Habilidade Específica 
•    Passaporte válido e visto de permanência

 

Custos 
•    Testes de proficiência (TOEFL, IELTS, TOEIC, etc.): US$ 100 a US$ 300
•    Testes específicos de conhecimento (GMAT, GRE): US$ 150 a US$ 300
•    Aluguel: US$ 100 a US$ 800
•    Transporte: US$ 20 a US$ 150 
•    Taxas consulares: US$ 200 a US$ 700

•    Austrália: US$ 11 mil a US$ 20 mil 
•    Cingapura: US$ 10 mil a US$ 12 mil
•    Estados Unidos: US$ 19 mil a US$ 27 mil
•    Malásia: US$ 5 mil a US$ 10 mil
•    Reino Unido: US$ 11 mil a US$ 40 mil 

 

Passo a passo
•    Preencher os requisitos exigidos;
•    Pesquisar sobre o país, universidade e curso; verificar documentos necessários e possibilidades de bolsas de estudo;
•    Verificar se há exigência de projeto de pesquisa. Se sim, pegar dados do orientador e do departamento onde deverá ser enviado o trabalho;
•    Verificar se há exigência de exame de proficiência em língua estrangeira e cartas de referências acadêmicas e profissionais; 
•    Reconhecer firma e validar documentos acadêmicos (Cartório e Ministério das Relações Exteriores); 
•    Participar do processo seletivo; 
•    Providenciar tradução dos documentos; 
•    Organizar um planejamento financeiro; 
•    Aperfeiçoar conhecimento no idioma;
•    Providenciar passaporte, visto J-1, seguro e passagens; 

VEJA TAMBÉM

1 2
  • UESB realiza provas do Vestibular 2019

    A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) dá início neste domingo, 20 de janeiro, as provas do seu Vestibular 2019. Elas continuam sendo aplicadas amanhã, dia 21, das 08h às 12h, em ambos os dias.

  • UFAM publica cronograma de matrículas do PSC 2019

    A Universidade Federal do Amazonas (UFAM) liberou nesta sexta-feira, 18 de janeiro, as datas das matrículas dos aprovados na terceira etapa do Processo Seletivo Contínuo (PSC) 2019.

  • Confira resultado do Vestibular 2019 da UEL

    A Universidade Estadual de Londrina (UEL), no Paraná, divulgou no início da tarde de hoje, 18 de janeiro, a lista de aprovados no Vestibular 2019.

  • Provas do Vestibular 2019 da UEMG são aplicadas neste domingo

    A Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) realiza neste domingo, 20 de janeiro, as provas do seu Vestibular 2019. O acesso aos locais de prova já está disponível. As provas acontecem das 14h às 18h30. Portões serão fechados às 13h30.

  • Listão de aprovados do Vestibular 2019 da UFRGS é publicado

    A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) publicou o resultado final do Vestibular 2019 nesta segunda-feira. A matrícula terá etapa online e presencial. Os convocados nesta chamada terão que enviar a documentação (conforme o Manual do Candidato) pelo Portal do Candidato.

  • Enem 2018: espelho da redação será disponibilizado em março

    O Ministério da Educação (MEC) liberou nesta sexta-feira, as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Os interessados podem acessá-las na página do participante. A data de divulgação das notas dos treineiros e o espelho da redação também foi disponibilizada.