Logo Super Vestibular

Música

Profissionais graduados em Música podem atuar como cantor lírico e tradicional, regente, instrumentalista, professor do ensino básico, etc.

Publicado por Bruna Carneiro

Música é a arte de criar melodias, ritmos, sons e instrumentos. O segmento envolve vários tipos de profissionais do ramo como arranjador, intérprete, maestro, sonorizador e instrumentalista. Para atuar na área, é preciso ter interesse e paixão por assuntos relacionados à arte musical. O curso é destinado, normalmente, à formação de bacharel em composição, instrumentos, e canto lírico e popular. 

Com a estabilização da economia, vários órgãos têm investido em programas de incentivo à cultura. Vários programas estão sendo abertos, como orquestras, grupos pequenos de música em câmaras municipais etc. O profissional formado no ramo é muito requisitado para compor grupos de concerto, espetáculos musicais e equipes de back vocal. Também é bastante procurado para compor jingles e trilhas sonoras para filmes e propagandas comerciais. 

 

Público-alvo
O curso exige dos alunos um grande interesse pela arte, além de dedicação, sensibilidade, interesse em teoria musical e talento. Além disso, o futuro graduado deve ter boa audição, equilíbrio emocional, facilidade de expressão, intuição, musicalidade e ritmo. Ele deve saber ler partitura, independente do instrumento em que é especialista, e deve manter uma boa rede de contatos. 

 

O curso
O profissional desta área cria peças e partituras para cantores e instrumentalistas. O curso é destinado para a formação de várias especialidades como de cantores, arranjadores, maestro, intérprete e professores. Além disso, é baseado em disciplinas básicas de história da música, história da arte e percepção musical. O estudante de bacharelado recebe ensino de canto, composição, regência e instrumento. No meio do curso, os alunos recebem ensino de licenciatura destinado à formação de professores. Nesta etapa, eles estudam educação artística, educação musical e música. 

 

Duração média 
Licenciatura em canto e instrumento - 8 semestres 
Composição e Regência – 12 semestres 

 

Mercado de Trabalho
O mercado de trabalho para os profissionais do ramo é bastante concorrido. As escolas têm sido as instituições que mais buscam profissionais licenciados, desde que o Ministério da Educação (MEC) tornou obrigatória a disciplina durante o Ensino Fundamental e Médio. Geralmente, no início da carreira, o músico/musicista exerce atividades como cantor, participando de gravações, apresentando em espetáculos e como auxiliar de ensino. Com o desenvolvimento da carreira, ele pode se tornar um músico profissional e também tem a opção de lecionar em cursos de ensino superior. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Para cantores tradicionais, o mercado de trabalho é bem extenso, pois pode desenvolver atividades de vocalista em gravação de discos, jingles e trilha sonora, ou como back vocal de alguma banda ou cantor profissional. Para o cantor de música erudita, as oportunidades são melhores, pois as contratações geralmente ocorrem em grandes cidades e os trabalhos desenvolvidos possuem um requisito e um conhecimento maior. Os principais locais que contratam estes profissionais são em escolas, cursos particulares e livres, produtoras musicais, empresas de eventos, entidades culturais, estúdios de gravação e editoras de partituras. 

 

Formas de Atuação
O profissional do ramo da música pode atuar como cantor lírico e tradicional, regente, instrumentalista e professor do ensino básico. Além disso, o músico desenvolve pesquisas e estudos em diversas áreas ligadas à música, como literatura musical, musicologia, etnomusicologia e crítica musical. 

 

Campos de Atuação 
Canto
(atuação em óperas, gravações, recitais etc.; organização e preparação de vocais para apresentação)

Composição e arranjo
(criação de partituras para cantores e instrumentalistas, elaboração de trilha sonora de filme, peças, CDs, sites e até filmes de publicidade)

Professores
(lecionar o ensino musical básico em escolas de ensino regular ou em escolas de música)

Instrumentalista
(atuação com solista em orquestras, bandas e grupos instrumentais)

Pesquisa
(realização de estudos e pesquisas acadêmicas acerca da cultura musical)

Regência ou maestria
(direção, coordenação e organização de corais, orquestras etc.;)

 

Regulamentação da profissão 
Lei nº 3.857, de 22 de dezembro de 1960.

 

Quantidade média de profissionais
800 mil músicos profissionais no mercado de trabalho

 

Remuneração média
O salário é baseado na produção e trabalho desenvolvido. 

 

Exigências para exercício da profissão
Para o bacharel, é necessário ter domínio de algum instrumento ou canto. Já para licenciado, é preciso formação específica para o ensino de música. 

 

A opinião de quem entende
O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como músico/musicista ou estudante da área. Conte-nos!

Veja também

Enem 2020: inscritos com Coronavírus poderão solicitar reaplicação das provas
Poderá fazer solicitação quem estiver com Covid-19 e outras doenças infectocontagiosas até um dia antes das provas, marcadas para 1º e 8 de novembro

São Paulo: abertas inscrições para Vestibular 2020/2 de Medicina da USCS
Processo seletivo que oferece 60 vagas em São Caetano do Sul está marcado para dia 21 de junho

Inep registra mais de 320 mil pedidos de isenção de taxa no Enem 2020
O prazo segue aberto até o dia 17 deste mês. Vale lembrar que o prazo para solicitar isenção para o Enem provas tradicionais e para o Enem Digital é o mesmo.

Veja datas dos Vestibulares 2021 da Unicamp
Instituição divulgou cronograma dos processos seletivos tradicionais, via Enem, Indígena e por vagas olímpicas

Enem 2020: sistema para solicitação de isenção não está funcionando corretamente
Já no início do processo, quando solicitado o número do CPF do candidato e a data de nascimento, o estudante encontra erro, não conseguindo prosseguir no cadastro.

Inscrições para pedidos de isenção de taxa do Enem 2020 estão abertas
Os participantes precisam ter a documentação que comprove o direito à gratuidade da taxa de R$ 85. Vale lembrar que o prazo para solicitar isenção para o Enem provas tradicionais e para o Enem Digital é o mesmo.

Seleções dos Vestibulares 2020/2 do IFF estão suspensas
Instituto tomou medida devido à pandemia do novo coronavírus. Com isso, todo o cronograma está suspenso, inclusive as inscrições que seriam finalizadas na segunda (06)

UEM suspende Vestibular de Inverno 2020
A medida foi tomada respeitando as recomendações de isolamento domiciliar da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.

Secretários da educação pedem adiamento do Enem 2020
UNE e Ubes também acreditam que provas do maior exame educacional devem ser alteradas

Enem Digital: aplicação do novo formato será ampliado para atender as 27 unidades da Federação
A medida está entre as demandas recebidas durante o dia de ontem pelo Inep, e tem como objetivo levar o Enem Digital, para todo o Brasil.

Cederj está com inscrições abertas para o Vestibular 2020/2
Os interessados podem se inscrever até o dia 14 de maio. A taxa de inscrição é de R$ 69 e poderá ser paga até o dia 15 seguinte.  

UERJ suspende calendário do 1º Exame de Qualificação (EQ) do Vestibular Estadual 2021
A UERJ comunicou ainda que um novo calendário será divulgado e, por isso, as datas anunciadas anteriormente deverão ser desconsideradas.