História da Arte

A graduação capacita profissionais para crítica, consultoria e curadoria de arte.

Publicado por Rafael Batista em Artes e Design

Compartilhe

Um profissional de História da Arte é capacitado para realizar um leitura crítica de qualquer expressão artística.
Um profissional de História da Arte é capacitado para realizar um leitura crítica de qualquer expressão artística.

Crítico, consultor, gestor e curador de eventos culturais e exposições de artes. Estas são algumas das funções de um profissional que é especialista na área de cultura e artes. Partindo das manifestações mais tradicionais, como pintura e escultura, até aquelas que fazem uso de linguagens mais atuais, como cinema e web. O bacharel em História da Arte também é um agente capaz de fazer uma leitura crítica de qualquer expressão artística.

Público Alvo

Além de possuir uma percepção artística aguçada, um profissional de História da Arte deve ser crítico, amante de museus, bom escritor e um indivíduo de imaginação apurada. No entanto, estas constituem somente algumas das prerrogativas essenciais para aqueles que desejam atuar em uma das diversas funções designadas a um graduado em História da Arte. 

O curso

A graduação em História da Arte investiga os fenômenos visuais em todas as áreas do saber da atualidade. O curso propõe uma interação direta com as várias formas de abordagens das artes e dos estudos da imagem, priorizando a pintura, a escultura, a fotografia e o cinema, além de imagens mecânicas, eletrônicas e digitais.

Muito mais do que formar críticos, o curso tem a finalidade também de proporcionar aos acadêmicos condições de desenvolver um amplo embasamento na compreensão sobre áreas teóricas afins, como Teatro, Música e Arquitetura.

As obras de arte visuais constituíram ao longo da história uma forma de expressão própria, o que tornou impossível a sintetização a apenas uma linguagem discursiva. Por isso o curso visa preparar o aluno para uma zona de conhecimento onde as mensagens só podem ser analisadas se considerar a sua própria lógica, os sentidos serão dados a partir de sua consolidação cultural e histórica. 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Mercado de trabalho

Pesquisador preparado para a atuação técnica ou administrativa em projetos de proteção, estudo e difusão de informações sobre o patrimônio histórico e artístico nacional;

Professor de História da Arte em instituições de ensino superior, com atuação nos níveis de pesquisa, ensino e extensão;

Curador de mostras e exposições de arte;

Dirigente institucional, produtor em empreendimentos artísticos e culturais, que proporcionem a realização de projetos de inclusão artística, fomento, difusão e financiamento das atividades;

Assessor, avaliador, perito ou colaborador para assuntos da arte e da cultura junto à iniciativa pública ou privada;

Crítico, teórico, estudioso ou comentador de arte em veículos de comunicação ou de divulgação científica;

Editor ou organizador de publicações periódicas ou não periódicas específicas da área;

Remuneração média

R$ 2.000 a R$ 5.000

Duração média do curso

Oito semestres (quatro anos)

Onde tem o curso: 

Região Centro Oeste
Distrito Federal: UNB (Brasília)

Região Sudeste
Rio de Janeiro: UFRJ (Rio de Janeiro)
São Paulo: Unifesp (São Paulo)

Região Sul
Rio Grande do Sul: UFRGS (Porto Alegre)

Opinião de quem entende

O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como historiador da arte ou estudante da área. Conte-nos através do e-mail contato@supervestibular.com

VEJA TAMBÉM

1 2
  • Confira a 3ª chamada do Vestibular 2019 da UNEB

    A Universidade do Estado da Bahia (UNEB) publicou na tarde desta sexta-feira, 22 de fevereiro, a relação de aprovados na terceira chamada do Vestibular 2019.

  • Fuvest solta a 5ª chamada do Vestibular 2019

    A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) divulgou hoje, 22 de fevereiro, a 5ª chamada do Vestibular 2019 para ingresso na Universidade de São Paulo (USP). Agora, é necessário fazer a etapa virtual, das 08h de segunda-feira, 25 de fevereiro até as 16h do dia 26.

  • Unicamp divulga 3ª chamada do Vestibular 2019

    A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) soltou nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, os aprovados em 3ª chamada no seu Vestibular 2019. Conforme o calendário liberado pela universidade, os selecionados deverão fazer as matrículas no dia 22 de fevereiro.

  • UEM divulga mudanças para o Vestibular 2019

    A Universidade Estadual de Maringá (UEM), divulgou essa semana a aprovação de alterações no regulamento do Vestibular para cursos de graduação em 2019. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP) da Universidade deu o aval nas propostas sugeridas pela Comissão Central do Vestibular Unificado (CVU).

  • 2ª repescagem do PS 2019 da UFPA está disponível

    A Universidade Federal do Pará (UFPA) soltou ontem, 20 de fevereiro, o resultado da 3ª repescagem seu Processo Seletivo (PS) 2019, cujo critério de seleção foi o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Selecionados deverão realizar matrículas a partir desta sexta-feira, 22, para a entrega dos documentos exigidos no curso em que foram classificados.

  • 2ª reclassificação do PISM 2019 da UFJF é publicada

    A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em Minas Gerais, solto nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, a lista de aprovados na 2ª reclassificação da terceira etapa do Programa Seletivo de Ingresso Misto (PISM) 2019. Agora, os aprovados deverão fazer a pré-matrícula online até sexta-feira, dia 22.