Logo Super Vestibular

Engenharia de Software

Além de dominar as disciplinas de exatas, um estudante de Engenharia de Software deve ter um bom inglês técnico.

Publicado por Rafael Batista
O curso forma profissionais para desenvolverem programas no ambiente digital
O curso forma profissionais para desenvolverem programas no ambiente digital

A crescente demanda no mercado de computação abre novos horizontes para profissionais desta área. As empresas e órgãos públicos precisam de especialistas em programação para projetar e desenvolver programas que atendam suas necessidades, agilizem o trabalho e facilitem o cotidiano da população ou dos clientes.

Nesse cenário de constantes mudanças, há um profissional relativamente novo, o Engenheiro de Software, que é o responsável por projetar, programar e realizar a manutenção de programas de informática. As carências que podem ser supridas por este profissional englobam o desenvolvimento, implantação e gerenciamento de projetos, além do conhecimento para uso em processos organizacionais.

Público-alvo

Um estudante que busca esta graduação deve possuir habilidades de raciocínio lógico e matemática bem apuradas. É preciso ter gosto por inovação, uma vez que área de atuação do egresso está em constante atualização. Outras virtudes são dinamismo, organização e persistência. 

É indispensável também um conhecimento prévio das expressões utilizadas na área de informática, além de um bom nível de inglês técnico, já que os códigos, termos e linguagem usados são em inglês, assim como as principais bibliografias da área.

A graduação

Com duração média de 8 semestres (4 anos), o curso de Engenharia de Software dispõe de uma grade com disciplinas das áreas de: Programação; Análise, Projeto e Arquitetura de Software; Qualidade de Processo e de Produto de Software; Gerenciamento de Projetos de Software; Bancos de Dados; Redes de Computadores, entre outras. Em geral, o estudante conta também com um ambiente de aulas práticas em que desenvolve softwares paralelo às disciplinas do curso.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Há também aulas de matérias básicas e comuns a outras engenharias, como Álgebra, Algoritmos e Inglês Instrumental. Por exigir um amplo domínio de técnicas de programação e dos processos de desenvolvimento de software, a Engenharia de Software tem um conjunto próprio de normas que são apresentadas durante o curso. 

Mercado de Trabalho

Existe uma vasta perspectiva sobre o que se pode fazer com softwares, pois este mecanismo faz dos computadores objetos úteis ao homem. Desde os contatos de um celular à imagens tratadas na câmera fotográfica, do controle de estoque em uma empresa até a simples edição de um texto dependem de tais programas.

Por isso, as possibilidades de atuação de um profissional egresso do curso de Engenharia de Software são grandes, além da crescente oferta de vagas no mercado. Formados nesta área podem atuar como Engenheiro de Software Júnior e Sênior, Administrador de Banco de Dados, Analista de Sistemas, Programador, Responsável por Testes de Automação e outros.

Cenário brasileiro da profissão

Apesar de se tratar de uma Engenharia, o campo não é regulado pelo Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA). Segundo determinação da Sociedade Brasileira de Computação, a área deve ser Auto-Regulada. Diante desta realidade, não é possível precisar a quantidade de profissionais formados e atuantes no mercado nacional.

Os salários de um Engenheiro de Software varia conforme a região, com vencimentos entre R$ 1,2 e R$ 13 mil.

Opinião de quem entende

Conte-nos como é a sua experiência como Engenheiro de Software ou estudante da área.

Veja também

É hoje o Vestibular 2020/1 da UEG
Os 20.174 candidatos farão as provas das 13h10 às 17h10. Especificamente para o curso de Medicina as provas serão aplicadas das 13h10 às 18h10, somente nas cidades de Goiânia e Itumbiara. 

Provas do Vestibulinho 2020/1 das Etecs (SP) são realizadas hoje
As provas serão realizadas às 12h30. Os candidatos devem levar documento de identificação original com foto, caneta de tinta azul ou preta (fabricada em material transparente), lápis preto, borracha e régua.

Provas da 2ª fase do Vestibular 2020 da Unesp têm início hoje
Os convocados farão as provas da segunda etapa até amanhã, 16 de dezembro, das 14h às 18h30, nos mesmos locais onde foi realizada a primeira etapa. 

Provas do Vestibular 2020/1 do IFPE acontecem amanhã
No dia das provas, será necessário levar Cartão de Inscrição, documento oficial de identificação com foto e em perfeito estado e caneta esferográfica de tinta na cor preta.

Uneb inicia provas do Vestibular 2020 amanhã (15)
As provas serão realizadas nos dias 15 e 16 de dezembro, ou seja, amanhã e depois. Os portões serão abertos, em ambos os dias, às 07h20 e fechados às 07h50, seguindo o horário local.

UECE: segunda fase do Vestibular 2020/1 ocorre hoje e amanhã
Os 9.695 candidatos concorrem a 2.534 vagas, das quais 1.268 são para cursos de Fortaleza e 1.266 em unidades do interior

Vestibular 2020/1 da Unicap começa neste domingo (15)
Provas seguem amanhã (16), em Recife. Previsão é resultado saia no dia 20 de dezembro. 

Cursinho gratuito da USP inscreve para turmas de 2020
Interessados nas 270 vagas devem passar por prova e entrevista socioeconômica

FGV libera resultado da 1ª fase do Vestibular 2020 de Direito
Convocados para a segunda fase participarão de um exame oral, entre 16 e 20 de dezembro, em São Paulo.

Resultado do Vestibular 2020 do Centro Universitário FEI é liberado
Agora, os selecionados deverão realizar matrículas nos dias 17 e 18 de dezembro, no campus, das 09h30 às 20h.

Inscrições para o Vestibular 2020 da UFMG para cursos com habilidades específicas encerram hoje (13)
Podem participar os estudantes que fizeram a inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019. A taxa é de R$ 205.

Fuvest 2020: começam hoje (13) os testes de habilidades específicas
Provas são obrigatórias para os candidatos aos cursos de Música (São Paulo e Ribeirão Preto), Artes Cênicas e Artes Visuais.