Logo Super Vestibular

Engenharia de Energia

O profissional formado em Engenharia de Energia trabalha muito próximo às questões ligadas ao desenvolvimento sustentável

Publicado por Érica Caetano
Painéis solares é uma solução bastante usada por Engenheiros de Energia
Painéis solares é uma solução bastante usada por Engenheiros de Energia

Com o objetivo de gerar soluções para os problemas no que se refere à capacidade de geração, armazenamento e distribuição de energia, foi criado o curso superior de Engenharia de Energia. Neste âmbito, encontram-se não só a energia elétrica propriamente dita, como também outros fatores que incluem o desenvolvimento e a qualidade de vida de toda população. 

O profissional formado em Engenharia de Energia deve ter perfil crítico e compromissado com as questões ligadas ao desenvolvimento sustentável, buscando se reciclar continuamente, para solucionar problemas energéticos com técnicas que não agridam o ambiente ou, pelo menos, diminuam o impacto. 

Público-alvo
O curso destina-se àqueles que tenham facilidade em lidar com trabalho em equipe e com funções multidisciplinares. Além disso, é fundamental que este profissional tenha uma boa capacidade para comunicação e para o empreendedorismo, no que diz respeito a área específica de energia. É importante também ter domínio sobre as avaliações e impactos sociais e ambientais junto a energia, além de ser apto a criar e projetar intervenções tecnológicas.

Curso
O curso de graduação é recente e tem o intuito de formar profissionais que enxergam de forma técnica o impacto do uso da energia na sociedade num todo. Além disso, o curso estuda de forma mais profunda as questões ligadas ao desenvolvimento sustentável. Atualmente, este é um dos maiores desafios mundiais: repensar novas formas mais eficazes para a geração de energia, sem agredir tanto o meio ambiente.

A nomenclatura do curso pode variar de uma instituição para a outra, podendo ser encontrado a oferta com o nome de Engenharia Bioenergética. No entanto, a grade curricular é sempre  semelhante. Os graduandos estudam disciplinas básicas como matemática, informática, economia, física, além de matérias específicas, como legislações e normas que regem o setor, e aspectos socioambientais e econômicos. O estágio e o trabalho de conclusão de curso são obrigatórios para que o aluno possa colar grau.

A Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) são algumas das instituições de ensino superior públicas e conceituadas que ofertam o curso de graduação em Engenharia de Energia. 

Duração média
Em média: 10 semestres (5 anos)

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Mercado de Trabalho
Por ser uma área extremamente recente, ainda não podemos mensurar números precisos referentes ao mercado de trabalho. Mas pode-se dizer que a atuação deste profissional é bastante promissora, já que a mesma é inclusive considerada uma das profissões do futuro. Isto pode ser consolidado partindo do princípio das atuais necessidades do mundo em renovar suas fontes de energia, que por inúmeros fatores, estão se esgotando.

Formas de Atuação
O profissional formando em Engenharia de Energia poderá trabalhar em diferentes segmentos relacionados à área, tanto em empresas privadas quanto públicas, além de governamentais e segmentos do Terceiro Setor. A atuação em grande parte das vezes se dá por meio de consultorias, projetos, planejamentos ou, ainda, como pesquisadores.

Campos de Atuação
Dentre algumas das áreas de execução de atividades do profissional de Engenharia de Energia estão:

Planejamento estratégico
(Planejando, desenvolvendo e coordenando atividades relacionadas à implantação de usinas geradoras de energia, além da análise de aspectos e impactos que a construção das mesmas podem vir causar na sociedade, economia e, principalmente, ao meio ambiente);

Manutenção de redes
(Atuando na fiscalização e manutenção das redes elétricas, bem como a sua correta distribuição para um determinado meio, país, região, estado, município e afins);

Otimização de consumo
(Acompanhamento, avaliação e administração do uso e racionalização de energias em indústrias, com o foco na redução de gastos);

Estudo e Diagnóstico
(Planejamento e avaliação de implantações das melhores formas e tipos de energia, para otimização das condições de uso);

Desenvolvimento de tecnologias
(Gerenciamento e estudo para o melhor aproveitamento de novas tecnologias como forma de gerar melhor aproveitamento e transformação ao consumidor).

Regulamentação da profissão
A profissão ainda não está regulamentada oficialmente, mas já está em andamento os trâmites necessários para que isto aconteça muito em breve.

Remuneração média
O salário inicial médio do Engenheiro de Energia é de R$ 3.500.

Exigências para o exercício da profissão
Para o exercício da profissão é exigido do Engenheiro de Energia o diploma de graduação e registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do seu estado.

A opinião de quem entende
O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como profissional em Engenharia de Energia ou estudante da área. Conte-nos!

Veja também

Enem 2020: inscritos com Coronavírus poderão solicitar reaplicação das provas
Poderá fazer solicitação quem estiver com Covid-19 e outras doenças infectocontagiosas até um dia antes das provas, marcadas para 1º e 8 de novembro

São Paulo: abertas inscrições para Vestibular 2020/2 de Medicina da USCS
Processo seletivo que oferece 60 vagas em São Caetano do Sul está marcado para dia 21 de junho

Inep registra mais de 320 mil pedidos de isenção de taxa no Enem 2020
O prazo segue aberto até o dia 17 deste mês. Vale lembrar que o prazo para solicitar isenção para o Enem provas tradicionais e para o Enem Digital é o mesmo.

Veja datas dos Vestibulares 2021 da Unicamp
Instituição divulgou cronograma dos processos seletivos tradicionais, via Enem, Indígena e por vagas olímpicas

Enem 2020: sistema para solicitação de isenção não está funcionando corretamente
Já no início do processo, quando solicitado o número do CPF do candidato e a data de nascimento, o estudante encontra erro, não conseguindo prosseguir no cadastro.

Inscrições para pedidos de isenção de taxa do Enem 2020 estão abertas
Os participantes precisam ter a documentação que comprove o direito à gratuidade da taxa de R$ 85. Vale lembrar que o prazo para solicitar isenção para o Enem provas tradicionais e para o Enem Digital é o mesmo.

Seleções dos Vestibulares 2020/2 do IFF estão suspensas
Instituto tomou medida devido à pandemia do novo coronavírus. Com isso, todo o cronograma está suspenso, inclusive as inscrições que seriam finalizadas na segunda (06)

UEM suspende Vestibular de Inverno 2020
A medida foi tomada respeitando as recomendações de isolamento domiciliar da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.

Secretários da educação pedem adiamento do Enem 2020
UNE e Ubes também acreditam que provas do maior exame educacional devem ser alteradas

Enem Digital: aplicação do novo formato será ampliado para atender as 27 unidades da Federação
A medida está entre as demandas recebidas durante o dia de ontem pelo Inep, e tem como objetivo levar o Enem Digital, para todo o Brasil.

Cederj está com inscrições abertas para o Vestibular 2020/2
Os interessados podem se inscrever até o dia 14 de maio. A taxa de inscrição é de R$ 69 e poderá ser paga até o dia 15 seguinte.  

UERJ suspende calendário do 1º Exame de Qualificação (EQ) do Vestibular Estadual 2021
A UERJ comunicou ainda que um novo calendário será divulgado e, por isso, as datas anunciadas anteriormente deverão ser desconsideradas.