Economia Doméstica

Apesar de ter surgido para dar assistência a comunidades rurais, o Economista Doméstico atende demandas de instituições no ambiente urbano.

Publicado por Rafael Batista em Ciências Humanas

Compartilhe

Uma das possibilidades de atuação do Economista Doméstico é junto a projetos de agricultura familiar.
Uma das possibilidades de atuação do Economista Doméstico é junto a projetos de agricultura familiar.

O profissional de Economia Doméstica surgiu com o papel de educador, orientando famílias sobre alimentação, saúde, higiene, desenvolvimento humano, vestuário, habitação, administração do lar, educação do consumidor, entre outras coisas. No entanto, o economista doméstico realiza ainda atividades que beneficiam toda a comunidade, como em ações de aproveitamento de recursos e direito do consumidor.

Pela variedade de atividades que podem ser desenvolvidas, o curso de Economia Doméstica tem uma grade curricular com um forte caráter interdisciplinar. Entre outras coisas, o curso mescla conhecimentos biológicos, matemáticos e sociais.

As primeiras graduações nessa área surgiram no interior do país, em universidades rurais, para atender carências de comunidades agrícolas que viviam em locais de pouca assistência. Com o passar do tempo, o curso passou por alterações para atender também as demandas de famílias urbanas.

Público-alvo

Senso crítico, proatividade e criatividade são algumas atribuições deste profissional. Além disso, o Economista Doméstico é um agente que estuda e atende a família como um todo, por isso é essencial que conheça a comunidade e a influência que ela pode ser sofrer pelo ambiente.

Como um dos objetivos da profissão é otimizar algumas atividades, é indispensável também que o profissional seja prático e objetivo. O Economista Doméstico é um questionador da realidade social e promotor do desenvolvimento humano.

O curso

O curso de Economia Doméstica está estruturado em três grandes áreas de conhecimento, inter-relacionadas, são elas: Alimentos, Nutrição e Saúde; Arte, Habitação e Vestuário; e Desenvolvimento Humano. A grade curricular mescla conhecimentos biológicos, matemáticos e sociais, como Química, Biologia, Estatística e Sociologia com as três áreas citadas.

Compõem o curso também estudos em Educação do Consumidor, Planejamento e Preparo de Refeições, Tecnologia Têxtil, Higiene e Enfermagem do Lar, Ilustração de Moda, entre outras disciplinas. 

A grade tende a contextualizar a fundamentação teórico-metodológica às inserções políticas, geográficas, sociais e culturais. Disciplinas como Antropologia, Políticas Públicas e Administração também fazem parte do currículo do curso.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Duração média

Em geral, o curso de Economia Doméstica tem oito períodos, durando 4 anos.

Mercado de Trabalho

Os profissionais egressos do curso de Economia Doméstica são absorvidos por empresas privadas ou por instituições que prestam serviços para comunidade rurais. Outra opção é nos programas de atenção ao idoso, seja em órgãos públicos, entidades particulares ou do terceiro setor, que realizam esse tipo de trabalho.

Também é possível entrar para o mercado de trabalho de forma autônoma, ministrando cursos de educação do consumidor para o uso racional de bens e serviços, abordando noções de higiene, economia e aproveitamento de alimentos.

Campos de Atuação

- As grandes empresas precisam destes profissionais para planejar cardápios balanceados e nutritivos e avaliar as condições de higiene de refeitórios;

- No controle de qualidade de produtos nas indústrias, cozinhas industriais, restaurantes e supermercados;

- Orientar o processo de fabricação e tratamento de roupas, objetivando um melhor aproveitamento dos tecidos e higienização em lavanderias e hospitais;

- Implantar programas para desenvolvimento das crianças em creches e de atenção a idosos;

-  Prestar assistência às comunidades rurais e programas de agricultura familiar;

-  Integrando equipes de elaboração de moradias de baixo custo na construção civil;

- Outras áreas de atuação são as cooperativas, organizações não governamentais e empresas prestadoras de serviços de limpeza.

Regulamentação da profissão

A profissão é regulada pela Lei 7.387 de 1985 e pelo Decreto 92.524 de 1986.

Remuneração média

Segundo dados do Conselho Federal de Economistas Domésticos, um recém-formado recebe, em média, R$ 1.500, mas essa remuneração pode chegar a R$ 4 mil.

Exigência para o exercício da profissão

Além do diploma em Economia Doméstica, para atuar na área o egresso precisa ter registro profissional junto ao Ministério da Trabalho.

Opinião de quem entende

O Super Vestibular quer saber sua opinião estudante ou egresso do curso de Economia Doméstica. Conte-nos sua experiência.

VEJA TAMBÉM

1 2
  • UFMG solta resultado do Vestibular 2019

    A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) liberou na tarde de hoje, 7 de fevereiro, a relação de aprovados no Vestibular 2019.

  • 2ª chamada do Vestibular de Verão 2019 da Udesc é disponibilizada

    A Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) divulgou o resultado da 2a chamada do seu Vestibular de Verão 2019, cujas provas foram aplicadas em 25 de novembro. Agora, os 510 aprovados deverão realizar matrículas hoje, 15 fevereiro, conforme os horários dos campi.

  • Saiu a 4ª chamada do Vestibular 2019 da Fuvest

    A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) publicou a 4a  chamada do Vestibular 2019 para ingresso na Universidade de São Paulo (USP). Foram chamados 200 nomes, sendo 169 candidatos novos e 31 remanejados em 87 cursos. Agora, é necessário fazer a etapa virtual, das 08h do dia 18 de fevereiro até as 16h do dia 19. 

  • Resultado do Vestibular 2019 da Unifei (MG) é liberado

    A Universidade Federal de Itajubá (Unifei), em Minas Gerais, soltou na tarde de hoje, a lista de aprovados no Vestibular 2019 dos cursos de Engenharia

  • UESB solta resultado do Vestibular 2019

    A Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) publicou a relação dos aprovados no Vestibular 2019. Os aprovados foram classificados da seguinte forma: os optantes por reserva de vagas, os optantes por quotas adicionais e os de ampla concorrência.

  • UEA disponibiliza 3ª chamada do SIS e Vestibular 2019

    A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) soltou na tarde de ontem, 14 de fevereiro, a relação de aprovados em 3ª chamada no Sistema de Ingresso Seriado (SIS) 2019-2021 e do Vestibular 2019. Os selecionados deverão fazer registro acadêmico de 18 a 20 de de fevereiro.