Administração Pública

O curso de Administração Pública dura quatro anos e foca nas questões de interesse público.

Publicado por Silvia Tancredi em Ciências Humanas

Compartilhe

O administrador público trabalha com políticas públicas
O administrador público trabalha com políticas públicas

Atuar em organizações ou empresas públicas. À primeira vista, este parece ser o campo de trabalho específico para o administrador público. Contudo, ao conhecer o curso de Administração Pública mais a fundo, percebe-se que o mercado é mais amplo do que se pensa. 

Os administradores públicos também podem exercer atividades em empresas privadas que interajam com as públicas, em Organizações Não Governamentais (ONGs), em organismos internacionais, em associações da comunidade, na política, entre outras.

Para estar preparado para o mercado de trabalho, o estudante de Administração Pública precisa cursar disciplinas específicas, voltadas a políticas públicas e ao setor público nas três esferas – federal, estadual e municipal. Também é necessário ter formação base em direito e economia, por exemplo. 

Público-alvo 

O curso é indicado para estudantes que querem trabalhar com questões de interesse público, fazendo ponte entre a sociedade e o Estado. Para isso, algumas características são bem-vindas, tais como ter capacidade de articulação e negociação, gostar da área de humanas, de lidar com a comunidade e de resolver problemas. Outros traços de personalidade também fazem diferença para trilhar caminhos de sucesso na Administração Pública: ser crítico, criativo, determinado e ter iniciativa.

O curso 

As disciplinas ministradas nos primeiros anos são mais básicas e parecidas com o curso geral de Administração, como estatística, direito e economia. No segundo ano, os estudantes começam a ter mais contato com matérias específicas, como contabilidade pública, mediação e negociação no setor público, consultoria aplicada ao setor público, desenvolvimento de projetos no setor público e gestão municipal, estadual e federal. O aluno realiza Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e estágio supervisionado, obrigatório em algumas instituições. 

Normalmente, o curso de graduação é ministrado presencialmente, mas algumas universidades já o oferecem via Ensino a Distância (EaD). 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Duração média

Normalmente, o curso tem duração de quatro anos ou oito semestres.

Mercado de Trabalho 

De acordo com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), as mudanças no mundo e no Brasil pedem mais gestores públicos como demanda de mercado de trabalho. Para isso, o administrador público deve ter um perfil diferente, mais inovador, empreendedor, que saiba negociar e juntar interesses, aliado ao domínio da questão técnica de políticas públicas. 

Os profissionais costumam atuar em órgãos do governo, na esfera federal, estadual ou municipal, ou em empresas privadas que interagem com eles, tais como construtoras. Também é possível trabalhar no terceiro setor, em ONGs, na gestão de políticas públicas e com relações internacionais. 

O administrador público também pode trabalhar em secretarias governamentais e agências federais que se enquadram nas áreas de educação, cultura, saúde, planejamento, etc. O mercado de trabalho também tem campo em organismos internacionais, associações da comunidade, entre outros.

Formas de Atuação 

O graduado em Administração Pública pode atuar como analista, consultor, pesquisador e gestor de empresas públicas ou privadas da área de políticas públicas. Há, ainda, a opção de atuar na área de responsabilidade social e em atividade política (tornar-se político ou assessor). 

Regulamentação da profissão

Lei Federal nº 4.769 de 09 de setembro de 1965.

Remuneração média 

Em média R$ 4 mil*

*Fonte: FGV

Exigências para exercício da profissão 

Diploma de conclusão de curso de bacharelado em Administração Pública
Habilitação legal - Registro Profissional no Conselho Regional de Administração

A opinião de quem entende 

O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como agrônomo ou estudante da área. Conte-nos deixando o seu comentário no final da página.

VEJA TAMBÉM

1 2
  • Confira a 3ª chamada do Vestibular 2019 da UNEB

    A Universidade do Estado da Bahia (UNEB) publicou na tarde desta sexta-feira, 22 de fevereiro, a relação de aprovados na terceira chamada do Vestibular 2019.

  • Fuvest solta a 5ª chamada do Vestibular 2019

    A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) divulgou hoje, 22 de fevereiro, a 5ª chamada do Vestibular 2019 para ingresso na Universidade de São Paulo (USP). Agora, é necessário fazer a etapa virtual, das 08h de segunda-feira, 25 de fevereiro até as 16h do dia 26.

  • Unicamp divulga 3ª chamada do Vestibular 2019

    A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) soltou nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, os aprovados em 3ª chamada no seu Vestibular 2019. Conforme o calendário liberado pela universidade, os selecionados deverão fazer as matrículas no dia 22 de fevereiro.

  • UEM divulga mudanças para o Vestibular 2019

    A Universidade Estadual de Maringá (UEM), divulgou essa semana a aprovação de alterações no regulamento do Vestibular para cursos de graduação em 2019. O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP) da Universidade deu o aval nas propostas sugeridas pela Comissão Central do Vestibular Unificado (CVU).

  • 2ª repescagem do PS 2019 da UFPA está disponível

    A Universidade Federal do Pará (UFPA) soltou ontem, 20 de fevereiro, o resultado da 3ª repescagem seu Processo Seletivo (PS) 2019, cujo critério de seleção foi o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018. Selecionados deverão realizar matrículas a partir desta sexta-feira, 22, para a entrega dos documentos exigidos no curso em que foram classificados.

  • 2ª reclassificação do PISM 2019 da UFJF é publicada

    A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em Minas Gerais, solto nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, a lista de aprovados na 2ª reclassificação da terceira etapa do Programa Seletivo de Ingresso Misto (PISM) 2019. Agora, os aprovados deverão fazer a pré-matrícula online até sexta-feira, dia 22.