1. Home
  2. Enem
  3. Conteúdo para o Enem
  4. Competências da Redação do Enem

Competências da Redação do Enem

Estar de acordo com as competências linguísticas: fator primordial para quem quer fazer uma boa redação do Enem.

Publicado por Luana Castro Alves Perez em Conteúdo para o Enem

Compartilhe

Escrever uma boa redação exige muita leitura e adequação às competências linguísticas exigidas pelo Enem
Escrever uma boa redação exige muita leitura e adequação às competências linguísticas exigidas pelo Enem

Você que vai prestar o Exame Nacional do Ensino Médio deve ficar atento às principais características da prova, sobretudo aos critérios utilizados para a correção da temida prova de redação. Como você já deve saber, cinco competências linguísticas são exigidas dos candidatos, portanto, é hora de estudar! O Super Vestibular vai ajudar você com super dicas de Redação para o Enem.

As competências linguísticas da redação do Enem são parâmetros utilizados para a composição da nota final da redação. Todo candidato deve adequar sua escrita para alcançar uma boa pontuação e, quem sabe, atingir a nota máxima. São elas:

1) Domínio da norma-padrão da língua escrita: é hora de colocar em prática tudo aquilo que você aprendeu com a Gramática da Língua Portuguesa. Esqueça o coloquialismo, prefira a norma padrão culta, capriche na pontuação, na ortografia e muito cuidado com a concordância. Seu texto agradece.

2) Compreensão do tema: Se você ficou em dúvida quanto ao tema, não se desespere, pois a leitura minuciosa dos textos motivadores poderão esclarecê-las. Observe o assunto comum aos textos e mãos à obra!

3) Organizar informações e argumentos: O candidato deve saber otimizar suas ideias, organizando-as de maneira adequada e tornando-as mais compreensíveis. Para que isso aconteça, ao expor seus argumentos, faça de maneira clara e objetiva, nada de complicar, vá direto ao ponto.

4) Correta aplicação da lógica: A lógica de seus argumentos está intimamente relacionada com a coerência textual. Fique atento para não ser pego em contradição, aliás, bons argumentos dificilmente são contraditórios. Lembre-se de que a coesão textual e o uso adequado dos conectivos são elementos importantes para a construção de sentidos e sequência lógica do texto.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

5) Apresentar uma proposta de intervenção para o problema: Não basta apresentar bons argumentos, você precisará também de uma boa proposta de intervenção para o tema proposto, essa é uma característica da redação do Enem. Problema exposto é problema resolvido, certo?

Agora que você já está por dentro das competências exigidas, fique atento aos critérios que podem desclassificar sua redação. Para que isso não aconteça, é preciso que você:

1) Considere todas as competências linguísticas solicitadas;

2) Faça bom uso da escrita, ou seja, nada de gracinhas como hinos de times de futebol ou receitas de macarrão instantâneo. Os candidatos que fizerem isso serão exemplarmente punidos;

3) Desvios gramaticais graves também podem zerar sua redação. Conhecer o funcionamento da língua é imprescindível para quem quer mostrar o domínio da norma-padrão da língua escrita, nossa primeira competência analisada.

Escrever não é tarefa fácil, mas com as dicas apresentadas, certamente será mais fácil percorrer o “caminho das pedras” que te levarão ao sucesso. Bons estudos e boa prova!

Assista às nossas videoaulas

VEJA TAMBÉM

1 2