Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Enem
  3. Dicas para o Enem
  4. Dicas de Ciências Humanas para o Enem
  5. Abordagens sobre a Redemocratização do Brasil no Enem

Abordagens sobre a Redemocratização do Brasil no Enem

Neste texto você conhecerá algumas abordagens sobre a Redemocratização do Brasil no Enem e verá a análise de uma questão sobre este tema também.

Publicado por Cláudio Fernandes
Posse do presidente Fernando Collor, em 15 de março de 1990*
Posse do presidente Fernando Collor, em 15 de março de 1990*

Olá pessoal! Tudo certo?

No texto de hoje trazemos para vocês algumas dicas sobre as abordagens que o Enem pode fazer acerca do período de Redemocratização do Brasil, que vai desde 1979 até 1989. Trazemos também a análise de uma questão do Enem de 2011, especificamente sobre o “Movimento dos Caras Pintadas”, organizado por estudantes em 1992, que contribuiu para o Impeachment (processo de afastamento de cargo político) do presidente Fernando Collor de Melo, o primeiro presidente a ser eleito por voto popular após a redemocratização.

O processo da redemocratização do Brasil começou a ser engendrado no ano 1979, ainda no governo do último presidente militar, João Batista Figueiredo, que anistiou militares e revolucionários que haviam cometido crimes nos anos anteriores. Gradativamente, o regime militar abriu espaço para a reestruturação e reabilitação de partidos políticos e para a ocupação civil da chefia do governo federal. A participação popular neste processo foi decisiva, sobretudo o movimento pelas eleições diretas, conhecido como “Diretas Já, que teve enorme força entre 1982 e 1984.

As eleições presidenciais, no entanto, restringiram ao voto indireto, por parte de parlamentares – e não aberto a toda população. O presidente eleito neste pleito indireto foi Tancredo Neves, que morreu sem tomar posse, de modo que seu vice, José Sarney, assumiu o cargo de primeiro presidente civil após o Regime Militar iniciado em 1964. O governo de Sarney ficou caracterizado por amplos problemas econômicos e pela tentativa de solução com o Plano Cruzado.

Soma-se aos acontecimentos desta segunda metade da década de 1980 a realização da Assembleia Nacional Constituinte, em 1987, que produziu o texto constitucional promulgado em 1988. A Constituição de 1988 incorporou novas perspectivas sobre a cidadania e os direitos humanos no Brasil e garantiu as bases para as instituições nacionais e para as primeiras eleições diretas que se realizaram no ano seguinte. Com o processo de redemocratização do Brasil e a elaboração da carta constitucional de 1988, as eleições diretas de 1989 levaram ao cargo da presidência o alagoano Fernando Collor de Mello, que foi afastado do poder por pressão popular e por processo instituído pelo Congresso Nacional em 1992. Os motivos estavam sobretudo relacionados a escândalos de corrupção e inabilidade administrativa.

Todos esses acontecimentos são muito importantes para a realização da prova do Enem. Boa parte das questões sobre História do Brasil que o Enem elabora toma como ponto de partida os temas da cidadania, das lutas por direitos, das lutas pela liberdade etc. O processo de afastamento, ou impedimento, do cargo de presidente, sofrido por Fernando Collor, consistiu numa espécie de expressão de uma cultura democrática que se formou a partir do início da década de 1980.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A questão 03 do caderno azul, número 1, do Enem de 2011 fez uma abordagem exatamente sobre esta “cultura democrática”, tomando como cerne o “Movimento dos Caras Pintadas” – organização estudantil que foi às ruas em 1992 para exigir ética na política e o afastamento de Collor. Vejamos a questão. A alternativa correta está marcada na cor verde.

O Movimento dos Caras Pintadas foi abordado pelo Enem em 2011, no contexto da Redemocratização do Brasil
O Movimento dos Caras Pintadas foi abordado pelo Enem em 2011, no contexto da Redemocratização do Brasil

Repare que a questão se estrutura a partir da apresentação de uma imagem. A imagem é de 1992 e retrata alguns jovens com o rosto pintado com as cores do Brasil, integrantes do Movimento dos Caras Pintadas. A questão exige que o candidato aponte a alternativa que indique que postura assumiu essa juventude imbuída do “sentimento cívico” que a conduziu às ruas.

Como vimos nos parágrafos acima, o Movimento dos Caras Pintadas estava inserido dentro de uma “cultura democrática” formada durante a década de 1980, em meio às lutas pelos direitos e pelo exercício da cidadania. A campanha das Diretas Já, como também está posto acima, foi anterior à primeira eleição direta (ocorrida em 1989) – portanto a alternativa A pode ser eliminada. A Lei da Ficha Limpa só foi discutida e aprovada no século XXI – elimina-se a alternativa B. A internet só funcionou no Brasil na segunda metade da década de 1990 e só se tornou popular também no século XXI (elimina-se a alternativa C). Não houve luta armada no Brasil após a Lei da Anistia, de 1979 (elimina-se a alternativa D). Resta a opção “tornou-se porta-voz da sociedade e influenciou no processo de impeachment do então presidente Collor” (que traz a alternativa E, a correta).

Percebam que um bom domínio dos conteúdos impede que vocês confundam períodos históricos e assinalem alternativas incorretas. Uma boa leitura também é decisiva para ter um bom desempenho na prova da área de Ciências Humanas e suas Tecnologias. Fiquem atentos a isso!

Bons estudos!

* Créditos da imagem:

Agência Brasil

Veja também

MEC amplia prazo de inscrições para o SiSU 2020/1
Datas foram alteradas para quem tiver problemas por causa de erros apresentados na correção do Enem 2019

UVA (CE) solta resultado do Vestibular 2020/1
Todos os aprovados no Vestibular também deversão se matricular nos dias 17 e 18 de fevereiro, de acordo orientações e documentos exigidos e listados no Edital.

UnB: acesse resultado da 2ª Certificação de Habilidades 2019
Documento é obrigatório para interessados em cursos das áreas de Arquitetura, Artes, Design e Música

IFMT publica 2ª chamada do Vestibular 2020
Convocados devem fazer registro acadêmico a partir de amanhã (21). Prazo segue até dia 23.

Univesp solta relação de aprovados no seu Vestibular 2020
As provas foram aplicadas das 13h às 18h em 1º de dezembro do ano passado para cerca de 55 mil candidatos.

Enem 2019: notas erradas podem atingir até 30 mil estudantes
O Instituto informou, na noite de ontem, que todos os candidatos que se sentiram lesados e quisessem questionar a correção das provas do Enem 2019 deveriam enviar um e-mail específico até às 10h de hoje.

Resultado do PAES 2020 da UEMA está disponível
As provas do PAES 2020 foram aplicadas em 20 de outubro (1ª fase) e 24 de novembro (2ª fase). O cronograma de matrículas e das demais chamadas ainda não foi liberado.

Hoje (20) é o último dia para se inscrever no Vestibular 2020 da Unir (RO)
Somente podem se inscrever estudantes que fizeram o Enem 2019, uma vez que eles serão avaliados por essas notas.

Chegam ao fim as inscrições do Vestibular 2020 da Unifap via Enem
Somente podem se inscrever candidatos que fizeram as provas do Enem 2018 ou 2019, uma vez que eles serão avaliados por meio dessa notas.

Unicamp 2020: provas de Habilidades Específicas começam a ser aplicadas
Devem realizar as provas os candidatos aos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música.

UFT recebe pedidos de isenção de taxa do Vestibular 2020/2
Os interessados podem fazer a solicitação até o próximo dia 23. É preciso apresentar documentos comprobatórios das condições exigidas pela UFT.

Enem 2019: somente 53 participantes tiram nota 1.000 na redação
"Democratização de acesso ao cinema no Brasil" foi o tema. Notas foram divulgadas no início da manhã de hoje.