Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Dicas
  3. Questões objetivas e discursivas de vestibular

Questões objetivas e discursivas de vestibular

Aprenda a diferenciar e responder corretamente as questões objetivas e discursivas dos Vestibulares

Publicado por Érica Caetano
As questões presentes nos vestibulares podem variar entre objetivas e discursivas
As questões presentes nos vestibulares podem variar entre objetivas e discursivas

Você está se preparando para o vestibular e está estudando incansavelmente para o dia da prova. Durante a leitura do edital do processo seletivo, viu que a prova será formada por perguntas objetivas e discursivas. Então logo vem aquela dúvida: qual a diferença entre esses dois tipos de questões?

Para muitos estudantes não há dúvida alguma quanto à diferença, por conta de já treinarem na escola ou nos cursinhos preparatórios questões nesses dois formatos, por meio dos simulados. Entretanto, outros candidatos nunca fizeram prova não são tão familiarizados com essas questões e podem acabar se atrapalhando na hora de respondê-las. Mas fiquem tranquilos, o Super Vestibular explica a diferença entre elas.

Objetiva

É considerada como questão objetiva aquela que oferece alternativas de respostas. Geralmente, o candidato deve escolher uma das opções, conforme o que for solicitado pelo enunciado da pergunta.

As questões objetivas mais comuns são as de múltipla escolha, quando apenas uma resposta é certa, e de certo ou errado ou verdadeiro ou falso. As questões de múltipla escolha são encontradas em quase todos os vestibulares e também no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Em alguns vestibulares, como o da Universidade de Brasília (UnB), uma questão objetiva respondida errada anula uma certa. 

Veja abaixo um exemplo de questão objetiva referente a prova de Língua Portuguesa da 1ª fase do Vestibular 2017 da Universidade de Campinas (Unicamp):


Clique para ampliar

Dicas questões objetivas

Há também algumas dicas para responder esses tipos de questões. No caso das perguntas objetivas, professores orientam que há apenas uma alternativa correta e outras três ou quatro que devem ser desconsideradas. A quantidade de opções pode variar de uma instituição para outra.

O recomendável é que o aluno leia o enunciado atentamente e, a partir daí, vá eliminando as alternativas que não sejam possíveis. Cada opção de resposta deve ser analisada em relação ao texto (se for o caso) e ao enunciado. Dessa forma, é possível chegar à opção correta. No caso de dúvida entre as alternativas, é sugerido que o candidato analise palavra por palavra.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Discursiva

Já a questão discursiva, como o próprio nome diz, exige que o vestibulando discurse sobre o que for perguntado. É o que chamamos de pergunta aberta. Neste caso, o estudante precisa ficar atento para responder a questão de forma clara, concisa e objetiva, para não se perder em meio a devaneios de respostas.

A pergunta discursiva está presente, na maioria das vezes, na segunda etapa dos processos seletivos, quando as provas exigem um pouco mais dos candidatos.

Confira um questionamento discursivo da prova de Conhecimentos Específicos – Ciências da Natureza, da 2ª fase do Vestibular 2017 da Universidade Estadual Paulista (Unesp):


Clique para ampliar

Dicas questões discursivas

Nas questões abertas ou discursivas, o candidato precisa de muita atenção ao ler o que é pedido e ter clareza quando for escrever a resposta. É importante também escrever a resposta com letra legível. De nada adianta o candidato ter escrito a resposta corretamente, se o avaliador não conseguir lê-la. A melhor forma é pensar muito na sua resposta, elaborá-la mentalmente antes de colocá-la no papel e escrevê-la lentamente, sempre lendo o que está sendo escrito.

Vale reforçar que não há segredo para responder tanto questões objetivas quanto discursivas. É preciso somente ter atenção, ler bastante e aperfeiçoar as técnicas aprendidas, como as citadas acima. Colocando tudo isso em prática e o mais importante, tendo calma, não tem como dar errado.

Veja também

UFLA (MG) divulga resultado da 3ª etapa do PAS 2019
Os candidatos da 3ª etapa do PAS da UFLA foram avaliados por meio das notas do Enem 2019, cujas provas foram aplicadas nos dias 03 e 10 de novembro. 

UFMS libera notas da 1ª e 2ª etapas do Passe 2019
Instituição também divulgou as informações sobre matrícula dos aprovados no Passe e Vestibular 2020.

IFRO solta classificação preliminar do Vestibular 2020
Previsão é que o resultado final seja divulgado na próxima sexta-feira (31). Foram oferecidas quase mil vagas.

Resultados de vestibulares são adiados após suspensão do SiSU 2020/1
Entre as instituições estão as federais de São Paulo (Unifesp) e do Pará (UFPA). UFSC suspendeu cronograma de matrículas do SiSU.

UFRR disponibiliza classificação preliminar do Vestibular 2020
Aqueles que queiram apresentar recursos contra a classificação preliminar deverão fazer isso ainda hoje (27). O resultado dos recursos será disponibilizado no dia 28 seguinte .

Unespar divulga 2ª chamada do Vestibular 2020
De acordo com o edital de matrículas, os selecionados deverão se matricular no dia 29 de janeiro. Uma nova chamada é esperada para o dia 31 deste mesmo mês. 

Pré-vestibular gratuito em Brasília está com inscrições abertas para turmas de 2020
Podem participar do preparatório, que tem foco nas provas do Enem, candidatos que estão matriculados no último ano do ensino médio em escola pública ou que já concluíram essa etapa também na rede pública.

Famerp solta resultado do Vestibular 2020/1
Agora, as matrículas deverão ser feitas das 09h às 15h, no Pavilhão Fleury ou na sala da Secretaria Geral, na sede da Famerp.

Unesp divulga resultado do Vestibular 2020
Selecionados devem fazer matrículas virtuais até esta terça-feira (28)

SiSU 2020/1: Justiça Federal continua mantendo a decisão de suspensão do resultado
Ainda há a possibilidade de o governo recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou ao Supremo Tribunal Federal (STF). 

Inscrições para o SiSU 2020/1 encerram neste domingo (26)
Resultado pode não ser divulgado na terça-feira porque a Justiça de SP determinou a suspensão do SiSU após o encerramento das inscrições.