Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Dicas
  3. Pronto para morar em uma república?

Pronto para morar em uma república?

Ao ser aprovado em instituições fora de sua cidade natal, muitos jovens precisam recorrer a repúblicas de estudantes.

Publicado por Érica Caetano
Morar em república pode render grandes amizades
Morar em república pode render grandes amizades

Em época de vestibular, muitos estudantes realizam provas em inúmeras instituições, inclusive fora de sua cidade natal. Quando sai o resultado e ele é aprovado na faculdade longe de casa, iniciam as dúvidas e preocupações. A maior delas está relacionada à moradia. Onde morar, já que não conheço ninguém na nova cidade onde irei estudar. Uma das opções é morar em uma república universitária

São chamadas de repúblicas as moradias divididas apenas por estudantes. Geralmente, uma casa ou apartamento com um determinado número de alunos de uma mesma instituição ou mesmo curso. Apesar de parecer simples morar nesses locais, é preciso ter responsabilidade e maturidade para conviver de forma coletiva.

Como é morar em república

Morar em repúblicas possui inúmeros pontos positivos, afinal de contas, o universitário aprende a viver em comunidade, administrando seu tempo, dinheiro e obrigações. Além disso, acaba conhecendo e fazendo novas amizades. Por outro lado, em virtude do grande número de pessoas vivendo juntas em um mesmo ambiente, se o estudante não souber lidar com os demais colegas, pode ocasionar grandes transtornos.

Os hábitos e os costumes de cada indivíduo são diferentes um dos outros. Uns gostam de ouvir um tipo de música, outros preferem ouvir som com volume mais alto. Uns gostam de banho frio, outros de banho quente. Uns não conseguem dormir cedo, outros precisam levantar bem cedo. Uns são bem bagunceiros, outros rigorosamente organizados e assim por diante.

Se você for extremamente organizado e muito perfeccionista, pode demorar a se acostumar ou até mesmo não se adaptar à vida nas repúblicas, mas, aprendendo a conviver com as diferenças uns dos outros de forma saudável, respeitosa e flexível, a experiência se tornará muito rica.

Evitando problemas

Para evitar problemas futuros e maiores transtornos, é importante que a república estabeleça regras aos moradores logo de início. É necessário alinhar questões em relação a horários e limpeza, por exemplo. Manter uma rotina de organização da área comum da república ou até mesmo estabelecendo quem ficará responsável pela limpeza dela a cada semana, dias em que cada componente ficará responsável pela retirada do lixo e varredura do espaço etc. As normas estabelecidas precisam ser negociadas e obedecidas, a fim de evitar problemas decorrentes do seu não cumprimento.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Organizar as contas da casa também é fundamental. Não é nada agradável lembrar que a água do banho está gelada porque alguém se esqueceu de pagar a conta, não é mesmo?! Para não passar por essa e outras situações é interessante predefinir com os colegas a maneira de lidar com as despesas.

O tempo durante o banho também deve ser avaliado pelo morador. Passar horas no banho já não é uma atitude legal quando se mora com a família, por conta do desperdício de água, imagina agora com outros companheiros que precisam utilizar o mesmo banheiro que você. Portanto, evite deixar os colegas esperando. Em caso de urgência para utilizar algum cômodo do imóvel, por conta de compromissos, é melhor conversar e informar para não causar desentendimento e um possível mal-estar.

Atente também ao barulho. Esse item está entre as principais queixas de vizinhos de república. Além dos vizinhos, os próprios colegas de república podem se incomodar com o barulho em excesso. Por isso, lembre-se de respeitar os limites.

E, por último, mas não menos importante, informe aos moradores da república com antecedência caso for levar alguém para dormir na residência, quer seja amigos ou namorado(a). Quando se mora com outras pessoas, todos precisam se sentir confortáveis. Caso necessário, inclua esta questão nas regras da casa.

Sabendo respeitar o espaço do outro e seguindo as normas e preceitos estabelecidos pelos moradores, viver em república pode ser muito divertido e válido na vida do estudante como processo de amadurecimento.

Veja também

UFLA (MG) divulga resultado da 3ª etapa do PAS 2019
Os candidatos da 3ª etapa do PAS da UFLA foram avaliados por meio das notas do Enem 2019, cujas provas foram aplicadas nos dias 03 e 10 de novembro. 

UFMS libera notas da 1ª e 2ª etapas do Passe 2019
Instituição também divulgou as informações sobre matrícula dos aprovados no Passe e Vestibular 2020.

IFRO solta classificação preliminar do Vestibular 2020
Previsão é que o resultado final seja divulgado na próxima sexta-feira (31). Foram oferecidas quase mil vagas.

Resultados de vestibulares são adiados após suspensão do SiSU 2020/1
Entre as instituições estão as federais de São Paulo (Unifesp) e do Pará (UFPA). UFSC suspendeu cronograma de matrículas do SiSU.

UFRR disponibiliza classificação preliminar do Vestibular 2020
Aqueles que queiram apresentar recursos contra a classificação preliminar deverão fazer isso ainda hoje (27). O resultado dos recursos será disponibilizado no dia 28 seguinte .

Unespar divulga 2ª chamada do Vestibular 2020
De acordo com o edital de matrículas, os selecionados deverão se matricular no dia 29 de janeiro. Uma nova chamada é esperada para o dia 31 deste mesmo mês. 

Pré-vestibular gratuito em Brasília está com inscrições abertas para turmas de 2020
Podem participar do preparatório, que tem foco nas provas do Enem, candidatos que estão matriculados no último ano do ensino médio em escola pública ou que já concluíram essa etapa também na rede pública.

Famerp solta resultado do Vestibular 2020/1
Agora, as matrículas deverão ser feitas das 09h às 15h, no Pavilhão Fleury ou na sala da Secretaria Geral, na sede da Famerp.

Unesp divulga resultado do Vestibular 2020
Selecionados devem fazer matrículas virtuais até esta terça-feira (28)

SiSU 2020/1: Justiça Federal continua mantendo a decisão de suspensão do resultado
Ainda há a possibilidade de o governo recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou ao Supremo Tribunal Federal (STF). 

Inscrições para o SiSU 2020/1 encerram neste domingo (26)
Resultado pode não ser divulgado na terça-feira porque a Justiça de SP determinou a suspensão do SiSU após o encerramento das inscrições.