Logo Super Vestibular
  1. Home
  2. Dicas
  3. Cursinho ou faculdade particular?

Cursinho ou faculdade particular?

Dúvida aflige grande parte dos vestibulandos atualmente. Critérios podem ser analisados para facilitar a escolha entre cursinho ou faculdade particular.

Publicado por Wanja Borges
Antes de decidir entre cursinho ou faculdade particular, estudante deve avaliar seus objetivos pessoais e profissionais
Antes de decidir entre cursinho ou faculdade particular, estudante deve avaliar seus objetivos pessoais e profissionais

Passar no vestibular de primeira, em uma renomada universidade pública, e acabar de uma vez por todas com as intensas rotinas de estudo. É por este motivo que, cada vez mais, estudantes têm trocado o lazer e o descanso por livros e apostilas e se dedicado, integralmente, à realização deste sonho. Mas o que fazer quando as coisas não acontecem conforme o planejado? Desistir ou adaptar os planos? Essa é a dúvida que aflige muitos vestibulandos aprovados em faculdades privadas. 

Enquanto parte deles desiste da universidade pública e decide seguir em frente, outra parcela prefere passar mais um ano nos bancos dos cursinhos e tentar outra vez. Mas quais os prós e contras dessas duas decisões? Quais aspectos devem ser analisados? Em primeiro lugar, é preciso avaliar o objetivo do aluno, o perfil do curso em cada instituição e a qualidade de ensino nas duas universidades. Ponderar o custo-benefício das duas opções e o rendimento e dedicação do estudante em cada uma delas também é uma boa alternativa. 

Se o candidato acabou de sair do Ensino Médio, por exemplo, não há motivo para ter pressa. Nesses casos, o aconselhável é tentar um cursinho já que o conteúdo ministrado nos cursos preparatórios tende a ser mais focado nos vestibulares. Em contrapartida, se o estudante tem a necessidade de trabalhar e seu rendimento ainda não está à altura do exigido para a aprovação, o ideal é analisar a oportunidade da faculdade particular, já que a dedicação exclusiva ao vestibular se torna inviável.   

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os cursinhos semiextensivos são uma boa opção para os estudantes que não querem perder tempo e, muito menos, desistir do sonho da universidade pública. Para alguns, estudar seis meses pode resultar em mais conhecimento, preparação e segurança para tentar outra vaga em um processo seletivo semestral. Segundo especialistas, o ideal é que os estudantes tentem uma vaga em uma universidade pública pelo menos três vezes antes de decidir pela particular. 

Entretanto, existem os mais ansiosos que preferem se dedicar, imediatamente, ao ensino superior, seja ele público ou privado. Outra questão importante é a condição financeira do candidato. Se a universidade for privada, mas estiver localizada na cidade de origem, os gastos serão restritos à mensalidade. Por outro lado, se a instituição pública estiver localizada em outro município e/ou estado, o estudante terá gastos com moradia, transporte etc. 

É importante lembrar que estudar em uma faculdade renomada não te dá a garantia de ser um bom profissional. Isso depende muito mais do desempenho do aluno. Vale ressaltar também que a decisão pelo cursinho ou faculdade particular depende exclusivamente do vestibulando. Somente ele poderá dizer até que ponto seus objetivos pessoais e profissionais merecem esforço ou mudança de planos. O mais importante é se esforçar para fazer o melhor. Com dedicação e empenho, qualquer escolha é certa. 

Veja também

Enem 2020: inscritos com Coronavírus poderão solicitar reaplicação das provas
Poderá fazer solicitação quem estiver com Covid-19 e outras doenças infectocontagiosas até um dia antes das provas, marcadas para 1º e 8 de novembro

São Paulo: abertas inscrições para Vestibular 2020/2 de Medicina da USCS
Processo seletivo que oferece 60 vagas em São Caetano do Sul está marcado para dia 21 de junho

Inep registra mais de 320 mil pedidos de isenção de taxa no Enem 2020
O prazo segue aberto até o dia 17 deste mês. Vale lembrar que o prazo para solicitar isenção para o Enem provas tradicionais e para o Enem Digital é o mesmo.

Veja datas dos Vestibulares 2021 da Unicamp
Instituição divulgou cronograma dos processos seletivos tradicionais, via Enem, Indígena e por vagas olímpicas

Enem 2020: sistema para solicitação de isenção não está funcionando corretamente
Já no início do processo, quando solicitado o número do CPF do candidato e a data de nascimento, o estudante encontra erro, não conseguindo prosseguir no cadastro.

Inscrições para pedidos de isenção de taxa do Enem 2020 estão abertas
Os participantes precisam ter a documentação que comprove o direito à gratuidade da taxa de R$ 85. Vale lembrar que o prazo para solicitar isenção para o Enem provas tradicionais e para o Enem Digital é o mesmo.

Seleções dos Vestibulares 2020/2 do IFF estão suspensas
Instituto tomou medida devido à pandemia do novo coronavírus. Com isso, todo o cronograma está suspenso, inclusive as inscrições que seriam finalizadas na segunda (06)

UEM suspende Vestibular de Inverno 2020
A medida foi tomada respeitando as recomendações de isolamento domiciliar da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde.

Secretários da educação pedem adiamento do Enem 2020
UNE e Ubes também acreditam que provas do maior exame educacional devem ser alteradas

Enem Digital: aplicação do novo formato será ampliado para atender as 27 unidades da Federação
A medida está entre as demandas recebidas durante o dia de ontem pelo Inep, e tem como objetivo levar o Enem Digital, para todo o Brasil.

Cederj está com inscrições abertas para o Vestibular 2020/2
Os interessados podem se inscrever até o dia 14 de maio. A taxa de inscrição é de R$ 69 e poderá ser paga até o dia 15 seguinte.  

UERJ suspende calendário do 1º Exame de Qualificação (EQ) do Vestibular Estadual 2021
A UERJ comunicou ainda que um novo calendário será divulgado e, por isso, as datas anunciadas anteriormente deverão ser desconsideradas.