Logo Super Vestibular

Programa Transcidadania

Criado em 2015, o Programa Transcidadania é voltado para transexuais e travestis de baixa renda

Publicado por Érica Caetano

Com o intuito de promover a reintegração social e o resgate da cidadania de indivíduos Travestis, homens e mulheres Transexuais que estão em situação de vulnerabilidade, foi criado em janeiro de 2015, pela Prefeitura de São Paulo, através da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, o Programa Transcidadania.

Por meio do Programa, este público tem a oportunidade de concluir o ensino Fundamental e Médio, além de ter a possibilidade de adquirir qualificação profissional e desenvolver práticas de cidadania. Aqueles que frequentam as aulas recebem também atendimento psicossocial, pedagógico e médico.

O cursinho

O Transcidadania tem duração de 2 anos e em 2016 foram disponibilizadas 200 oportunidades para travestis, mulheres e homens transexuais. Os participantes recebem um auxílio mensal no valor de R$ 924. No entanto, precisam cumprir a carga horária de 6 horas diárias das atividades, o equivalente a 30 horas por semana.

No cursinho são oferecidas aulas das disciplinas de ensino fundamental e médio, cursos de Direitos Humanos e Cidadania e atividades profissionalizantes. Em relação a cursos preparatórios para o vestibular, o Transcidadania possui parceria com o cursinho da União de Núcleos de Educação Popular para Negras/os e Classe Trabalhadora (UNEafro Brasil) e com o cursinho popular Transformação, que oferecem vagas para travestis e transexuais participantes do Programa, auxiliando-os até mesmo para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Durante as aulas, são abordados conteúdos que vão além dos exigidos para a conclusão da grade de ensino fundamental e médio. Dentre eles, estão debates e questões ligados à cidadania. Os participantes aprendem, por exemplo, como funciona o Congresso, quais são os direitos que todos indivíduos têm garantido perante a Constituição, como é feita a divisão de poderes e como são feitas as leis do país.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Local

Alguns cursos e oficinas ofertados pelo Transcidadania são ministrados no Centro de Cidadania LGBT, situado no Largo do Arouche, região Central de São Paulo. Já as atividades escolares de ensino fundamental e médio acontecem em Centros Integrados de Educação de Jovens e Adultos (Cieja), Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMEF) e Escolas Estaduais, de acordo com o horário de funcionamento de cada uma delas.

O Centro atua a partir de dois eixos, sendo o primeiro a defesa dos Direitos Humanos, com atendimento a vítimas de violência, preconceito e discriminação, prestando apoio jurídico, psicológico e de serviço social, com acompanhamento para a realização de boletins de ocorrência demais orientações. O segundo refere-se a promoção da cidadania LGBT, dando suporte e apoio aos serviços públicos municipais da região central, através de mediação de conflitos, palestras e sensibilização de servidores. Há, também, uma Unidade Móvel da Cidadania LGBT que percorre a grande São Paulo, levando estes serviços para outras regiões da capital.

Endereço
Centro de Cidadania LGBT- Rua do Arouche, nº 23, 4º andar, República, São Paulo-SP.

Contato
(11) 31068780 – Centro de Cidadania LGBT
E-mail: centrodecidadanialgbt@prefeitura.sp.gov.br

(11) 3113-8000 / 0800-7701445 – Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de SP
E-mail: smdhcgabinete@prefeitura.sp.gov.br

Veja também

MEC amplia prazo de inscrições para o SiSU 2020/1
Datas foram alteradas para quem tiver problemas por causa de erros apresentados na correção do Enem 2019

UVA (CE) solta resultado do Vestibular 2020/1
Todos os aprovados no Vestibular também deversão se matricular nos dias 17 e 18 de fevereiro, de acordo orientações e documentos exigidos e listados no Edital.

UnB: acesse resultado da 2ª Certificação de Habilidades 2019
Documento é obrigatório para interessados em cursos das áreas de Arquitetura, Artes, Design e Música

IFMT publica 2ª chamada do Vestibular 2020
Convocados devem fazer registro acadêmico a partir de amanhã (21). Prazo segue até dia 23.

Univesp solta relação de aprovados no seu Vestibular 2020
As provas foram aplicadas das 13h às 18h em 1º de dezembro do ano passado para cerca de 55 mil candidatos.

Enem 2019: notas erradas podem atingir até 30 mil estudantes
O Instituto informou, na noite de ontem, que todos os candidatos que se sentiram lesados e quisessem questionar a correção das provas do Enem 2019 deveriam enviar um e-mail específico até às 10h de hoje.

Resultado do PAES 2020 da UEMA está disponível
As provas do PAES 2020 foram aplicadas em 20 de outubro (1ª fase) e 24 de novembro (2ª fase). O cronograma de matrículas e das demais chamadas ainda não foi liberado.

Hoje (20) é o último dia para se inscrever no Vestibular 2020 da Unir (RO)
Somente podem se inscrever estudantes que fizeram o Enem 2019, uma vez que eles serão avaliados por essas notas.

Chegam ao fim as inscrições do Vestibular 2020 da Unifap via Enem
Somente podem se inscrever candidatos que fizeram as provas do Enem 2018 ou 2019, uma vez que eles serão avaliados por meio dessa notas.

Unicamp 2020: provas de Habilidades Específicas começam a ser aplicadas
Devem realizar as provas os candidatos aos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música.

UFT recebe pedidos de isenção de taxa do Vestibular 2020/2
Os interessados podem fazer a solicitação até o próximo dia 23. É preciso apresentar documentos comprobatórios das condições exigidas pela UFT.

Enem 2019: somente 53 participantes tiram nota 1.000 na redação
"Democratização de acesso ao cinema no Brasil" foi o tema. Notas foram divulgadas no início da manhã de hoje.