Home Orientação Vocacional Teste vocacional facilita escolha do curso

Teste vocacional facilita escolha do curso

Teste vocacional pode ser uma boa alternativa para estudantes que desejam aliar suas preferências e habilidades com a profissão.

Publicado por Wanja Borges em Orientação Vocacional

Compartilhe

Para os indecisos, existem diversos profissionais especializados em teste vocacional no mercado
Para os indecisos, existem diversos profissionais especializados em teste vocacional no mercado

Com o surgimento, cada vez mais frequente, de cursos de graduação e universidades, a escolha sobre qual carreira seguir tem ficado ainda mais difícil. No período de preparação para o vestibular, é mais normal do que se imagina ter dúvidas sobre qual curso prestar, principalmente porque esse é o momento de decidir não só a profissão, mas o seu futuro. Nesse sentido, procurar uma ajuda especializada passa a ser a melhor alternativa. 

Atualmente, existem opções eficazes, como os testes e orientações vocacionais, que auxiliam diretamente no processo de escolha profissional, minimizando os confrontos pessoais e conflitos internos. Conhecido como um procedimento de reflexão e formação, a orientação vocacional é uma das ferramentas mais utilizadas para pesquisar, analisar e testar as aptidões, interesses e potencialidades dos estudantes.  

Aplicado geralmente por psicólogos, em clínicas particulares ou em escolas e cursinhos, o teste de comportamento ajuda o vestibulando a se conhecer, primeiramente, para só depois aliar suas habilidades e gostos com determinadas áreas ou profissões. Vale ressaltar que esses programas são capazes de analisar a vocação do estudante e orientá-lo sobre a área mais adequada sem definir a carreira que deve ser seguida. 

Na Internet, é possível localizar uma variedade de testes vocacionais gratuitos, com perguntas aparentemente sem qualquer relação com os assuntos profissionais. As questões geralmente tratam de preferências, hábitos, qualidades, comportamentos, opiniões e defeitos, com o objetivo único de identificar os interesses pessoais do vestibulando para, em seguida, comparar suas preferências com as características de determinados cursos.

A orientação vocacional já é um processo mais complexo, constituído por diferentes fases, como entrevistas, questionários de interesses, testes de personalidade e intelectualidade, dentre outros. Geralmente são necessárias várias sessões para se chegar a um consenso, contudo, sua conclusão também tende a ser mais apropriada, já que as preferências dos estudantes são analisadas a fundo, neste caso. 

Independente do método escolhido, é preciso ter em mente que os testes e orientação vocacionais atuam somente como um suporte para o estudante. A decisão de qual curso prestar e qual carreira seguir é de responsabilidade única e exclusiva do vestibulando. Ninguém deve intervir nessa situação. Por outro lado, se você está confuso a ponto de não conseguir identificar suas particularidades, siga em frente. Os testes podem ser uma boa forma de fazer você enxergar uma luz no fim do túnel.    

VEJA TAMBÉM

1 2