Home Orientação Vocacional 6 séries para amantes do Direito

6 séries para amantes do Direito

Profissionais de Direito comentam por que vale a pena assistir as séries

Publicado por Silvia Tancredi em Orientação Vocacional

Compartilhe

Séries televisivas costumam prender a atenção do telespectador, fazendo com que ele não queira perder nenhum episódio. E para os vestibulandos que se interessam pela área do Direito, a oferta de produções é grande. Listamos cinco séries que fazem sucesso. Confira:

The Good Wife

A série gira em torno da protagonista Alicia Florrick (Juliana Marguiles, vencedora do Emmy) que, depois sofrer humilhação pública por ter sido traída pelo marido, volta a atuar com advogada mesmo estando 13 anos afastada do mercado de trabalho. Para isso, ela torna-se associada no escritório de um antigo colega de trabalho. No local, tem que lidar com competição com advogados mais novos e torna-se aliada de outros colegas. 

“É uma série sobre o dia a dia de um escritório de advocacia, abordando os bastidores do poder e os obstáculos que um jurista precisa enfrentar - além de estudar bastante - para desempenhar um bom papel na vida pública e privada”, recomenda o advogado João Paulo.

The good wife

Juliana Marguiles interpreta a protagonista Alicia Florrick /Crédito: Reprodução

Lei e ordem

Os episódios desta série, que é exibida desde 1990, sempre começam mostrando alguma vítima, especialmente de crimes sexuais. Em seguida, retrata como o crime é desvendado, focando, com detalhes, na atuação de diversos profissionais da área de direito, como detetives, promotores, juízes, entre outros.

A partir da série original, foram criados quatro spin-offs: Law & Order: Criminal Intent (2001-2011), Law & Order: Trial by Jury (2005), Law & Order: Los Angeles (2010-2011) e Law & Order: Special Victims Unit - SVU (1999-presente).

 Lei e ordem – Special Victims Unit

Episódio da série Law & Order - SVU /Crédito: Reprodução

American crime story

A primeira temporada da série retrata com detalhes aquele que é considerado o julgamento do século, ocorrido em 1994, nos Estados Unidos. Na ocasião, o astro de cinema e ex-jogador de futebol americano OJ Simpson foi acusado de ter matado a sua ex-mulher e um amigo dela. O julgamento durou mais de um ano, contando com 12 jurados e mais de cem testemunhas. 

Para o analista jurídico Danilo Cardoso, o vestibulando interessado no curso de direito deve assistir essa série porque ela retrata com detalhes o papel, tanto da promotoria, quanto dos advogados de defesa. “Na série vemos como a acusação formula sua tese, diante de todas as provas trazidas pela polícia, aproveitando aquilo que é mais relevante para a condenação do réu, e, do lado adversário, revela as táticas dos advogados de defesa, os quais requerem acordo, escolhem os melhores jurados e buscam brechas no processo, dando ao estudante uma visão fidedigna da atuação dos operadores de direito”, acredita. 

Cuba Gooding Jr como OJ Simpson

American crime story mostra o julgamento de OJ Simpson. Crédito: reprodução

How to get away with murder

A série gira em torno de Annalise Keating (Viola Davis, ganhadora do Oscar em 2017), uma professora de defesa criminal de renomada universidade situada na Filadélfia (EUA), e dos relacionamentos profissionais e pessoais dela. Paralelamente à carreira acadêmica, ela é advogada e mantém um escritório de advocacia. Annalise seleciona cinco dos seus melhores alunos para trabalhar com ela. Todos se veem envolvidos em tramas com assassinatos. 

Viola Davis em How to get away with murder

Professora e advogada Annalise Keating/crédito: reprodução

Suits

Imagina você acompanhar o dia a dia de um escritório de advocacia e sentir que está fazendo parte dos casos retratados. A série norte-americana mostra o  relacionamento profissional de um advogado corporativo de sucesso e de um jovem que tem as habilidades exigidas para um desses profissionais mesmo sem ter frequentado a faculdade de direito.

Suits

Suits mostra dia a dia de escritório de advocacia

Better call Saul

A série mostra o dia a dia do advogado Saul Goodman, que tem, a princípio, um escritório pequeno situado nos fundos de um salão de beleza. Além de retratar as causas nas quais ele trabalha, apresenta também situações em que a ética na área do Direito é questionada. Trata-se de um spin-off do advogado James McGill da série Breaking Bad. 

Better Call Saul

Advogado Saul Goodman em tribunal /crédito: reprodução

VEJA TAMBÉM

1 2