Home Notícias Unesp anuncia criação de comissão para avaliar fraudes de cotistas

Unesp anuncia criação de comissão para avaliar fraudes de cotistas

Instituição realizará entrevistas com candidatos selecionados pelo sistema de cotas nos processos seletivos

Publicado por Silvia Tancredi em 10 de Julho de 2017 em Notícias

Compartilhe

A Universidade Estadual Paulista (Unesp) terá uma comissão que avaliará a veracidade das informações prestadas por candidatos que se autodeclararem pardos e pretos nos processos seletivos. A informação foi divulgada nesta segunda-feira, 10 de julho. 

Segundo a instituição, o comitê foi criado no final de 2016 por causa das denúncias recebidas que sinalizavam fortes indícios de fraudes em relação às referidas autodeclarações em alguns cursos e campi. 

Com a intenção de evitar possíveis enganos, a Unesp afirma que vai realizar entrevistas com candidatos selecionados para avaliar o fenótipo (cor da pele, dos olhos, cabelo e traços) e aspectos subjetivos da vida deles. 

Ainda conforme a universidade, estudantes poderão se retratar, mostrando documentação que comprove o motivo pelo qual escolheu a vaga reservada. Porém, quem não for considerado preto ou pardo, será desligado da Unesp e, nos próximos vestibulares, não poderá efetivar a matrícula. 

Unesp 2018

O prazo de inscrições para o Vestibular 2018 da Unesp será de 11 de setembro a 9 de outubro. A primeira fase ocorrerá em 15 de novembro e a segunda, em 2 de fevereiro de 2018. 

No ano passado, as provas foram aplicadas para 102.230 candidatos em 34 cidades, sendo 31 destas no Estado de São Paulo. Foram oferecidas 7.365 vagas em 173 cursos ministrados em 23 cidades. Saiba mais

Veja também:

USP aprova sistema de cotas e aumenta vagas do SiSU

Unicamp deve adotar políticas de cotas a partir do Vestibular 2019

VEJA TAMBÉM

1 2