Home Notícias Enem 2014: Vazamento do tema da redação no Piauí é confirmado pela Polícia Federal

Enem 2014: Vazamento do tema da redação no Piauí é confirmado pela Polícia Federal

O Inep, responsável pelas provas do Enem, ainda não foi comunicado oficialmente

Publicado por Érica Caetano em 18 de Dezembro de 2014 às 12:33 em Notícias

Compartilhe

A Polícia Federal (PF) no Piauí, por meio do delegado regional de Combate ao Crime Organizado da Superintendência da PF, Alexandre Uchôa, confirmou nesta quinta-feira, 18 de dezembro, o vazamento do tema da prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014. A informação foi divulgada pelo jornal "O Globo".

Segundo as investigações, a foto recebidas pelo estudante piauiense via aplicativo de celular horas antes do início dos testes é verídica. No entanto, o delegado informou que não é possível informar de onde a mesma partiu e como vazou. Saiba mais sobre o caso!

A investigação ainda está em curso e estas informações só serão possíveis de serem confirmadas ao final de todos os levantamentos. De acordo com Uchôa, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelas provas do Enem, ainda não foi comunicado oficialmente sobre estas informações. A PF pretende enviar o relatório do levantamento somente quando o inquérito for concluído. 

O Inep ainda não se pronunciou a respeito das investigações e conclusões preliminares. O Super Vestibular entrou em contato com a assessoria de impressa do órgão, mas ainda não obteve resposta.

Entenda o caso

O estudante do Piauí, Jomásio Barros, de 17 anos, realizou denúncia junto a Polícia Federal do seu estado no dia 12 de novembro, contra o Enem 2014, afirmando que recebeu uma suposta foto em seu celular, via aplicativo de mensagens instantâneas, com o tema da redação do Exame um pouco antes dos testes serem iniciados.

Na época, o Inep informou que a denúncia era infundada, assim como as outras recebidas e relacionadas ao Enem 2014. Disse ainda que os procedimentos de segurança, controle e sigilo do Exame são rigorosos e que não havia qualquer indício do fato. E, por fim, esclareceu que toda e qualquer denúncia seria apurada com rigor junto a Polícia Federal, que trabalha em parceira com o órgão a fim de garantir a segurança do Enem. 

Em 20 de novembro o Ministério Público Federal no Ceará (MPF/CE) pediu esclarecimentos ao Inep sobre o andamento das apurações.

VEJA TAMBÉM

1 2