Homestay

Homestay é destinada prioritariamente para menores de 18 anos, contudo, jovens de outras idades também aderem à acomodação.

Publicado por Wanja Borges em Hospedagem

Compartilhe

Na homestay, intercambistas são considerados como integrantes da família
Na homestay, intercambistas são considerados como integrantes da família

Hospedar-se na casa de uma família local pode ser mais do que uma opção para economizar. Considerada uma das acomodações mais populares, a Homestay também permite maior integração com o idioma e cultura estrangeira, devido ao contato direto entre nativos e turistas. Aqui, o intercambista é tratado como um integrante da família, fator que auxilia os estudantes a se sentirem protegidos, mesmo longe de casa.  

Destinada prioritariamente para menores de 18 anos, a Homestay também é uma opção adotada por jovens de outras idades. Os quartos podem ser individuais ou compartilhados com pessoas do mesmo sexo e as despesas com refeições básicas são assumidas pela família anfitriã. Ponto negativo é que as casas nem sempre costumam ser bem localizadas, contudo, informações são fornecidas com antecedência para melhor planejamento do estudante. 

Não há muita flexibilidade quanto ao horário de chegada e saída na Homestay, mas os intercambistas são livres para programar passeios sem seus anfitriões, desde que respeitem as regras locais. Preocupações com afazeres domésticos costumam ser desnecessárias. Para esse tipo de acomodação, a permanência ideal é de um a três meses, mas existem casos em que o intercambista se acomoda por até um ano. 

VEJA TAMBÉM

1 2