Home Intercâmbio Exames de Línguas

Exames de Línguas

Os quatro principais exames de proficiência que existem são Toefl, Toiec, Ielts e CPE, que avaliam a língua inglesa

Os testes de proficiência em línguas têm como objetivo comprovar a aptidão de pessoas com um segundo idioma, sendo, muitas vezes, obrigatório em processos seletivos de empresas e de universidades no exterior. Há inúmeros exames de proficiência disponíveis para brasileiros. O certificado vale para quem não possui o idioma como língua mãe, mas tem ampla fluência.

 

Toefl

Dentre os exames, temos o Toefl (Test of English as a Foreign Language), que possui validade de dois anos. Passado esse período, é recomendável repetir a avaliação. O teste tem como intuito avaliar o inglês de quem deseja ingressar em universidades, em especial, nas americanas e canadenses. Aceito em 130 países, a prova tem como prioridade o vocabulário e textos relacionados a temas de cunho acadêmico.

O Toefl avalia a habilidade dos candidatos em quatro quesitos: listening (interpretação oral), reading (interpretação de texto), writing (redação) e speaking (conversação), ambos em contexto acadêmico. Atualmente, existem dois formatos de teste, o Internet-Based Test (iBT) e o Paper-Based Test (PBT). O Toefl iBT é classificado numa escala de 0 a 120 pontos. Já no Toefl PBT, a classificação pode variar entre 310 a 677 pontos.

 

Toeic

Também com validade de dois anos, o Toeic (Test of English for International Communication) foi criado a pedido da Câmara de Comércio do Japão e é direcionado aos profissionais que querem demonstrar proficiência para o mercado de trabalho.

Por ter foco no mercado de trabalho, suas questões são baseadas nesse contexto e realidade. Assim, avalia a capacidade dos candidatos de utilizar a língua inglesa em situações de trabalho, como viagens, conversas telefônicas, reuniões, apresentações etc.

Muitas empresas utilizam o teste para avaliar seus funcionários como forma de comprovação da aptidão necessária na língua para a ocupação de determinadas posições e cargos. Profissionais que buscam trabalhar em multinacionais e grandes organizações também procuram mais por esse tipo de avaliação. O Toeic é dividido em duas partes: Listening and Reading Test e Speaking and Writing Test. Não há obrigatoriedade na realização das duas etapas, entretanto, é recomendado fazer o teste completo.

 

Ielts

O Ielts (International English Language Testing System) é um exame de proficiência britânico que tem como objetivo aprimorar o inglês de interessados em estudar em universidades do Reino Unido, da Áustria e Nova Zelândia. O teste é utilizado também por quem necessita comprovar proficiência em inglês para participar de processos de imigração para a Austrália, Canadá e Nova Zelândia.

A prova é composta por quatro fases: listening (interpretação oral), reading (interpretação de texto), writing (redação) e speaking (conversação), tudo num contexto real. A avaliação não utiliza o inglês de uma região específica, aceitando todos os tipos de vocabulário, pronúncia e ortografia. Mais de 6 mil instituições de ensino reconhecem o Ielts.

Estão disponíveis atualmente duas versões do Ielts, sendo elas a Academic e a General Training. A primeira destina-se aos que pretendem realizar qualquer atividade relacionada a alguma instituição de ensino. Já a General Training é recomendada a quem pretende trabalhar, cursar o Ensino Médio em países de língua inglesa ou solicitar visto de residência para a Austrália, Canadá ou Nova Zelândia.

 

CPE

O CPE (Certificate of Proficiency in English) é o exame de proficiência mais avançado da Universidade de Cambridge. O teste é dividido em cinco etapas. O estudante que passa na quarta prova, chamada de CAE (Certificate in Advanced English), está apto para frequentar mestrado e doutorado no exterior, bem como atuar no mercado de trabalho. Entretanto, o teste oficial que comprova a fluência é o CPE, que é a última etapa da bateria de testes.

Pioneiros, no que se refere ao mercado de provas de proficiência, os testes de Cambridge são aceitos tanto na América do Norte como na Europa. Seu objetivo é mais genérico, sendo muito procurado na Europa por aqueles que querem demonstrar proficiência em inglês voltada ao mercado de trabalho.

A série completa de exames é composta por: KET (Key English Test), PET (Preliminary English Test), FCE (First Certificate in English), CAE (Certificate in Advanced English) e o próprio CPE. O teste CPE não possui um prazo de validade definido, no entanto, o mercado de trabalho pode estabelecer um período máximo de tempo para que os resultados sejam aceitos e tenham validade.