Bagagem

Saber priorizar o que deve ter na bagagem do intercambista facilitará muito todo o trâmite da viagem

Organizar uma mala pode ser para algumas pessoas a parte mais complicada de uma viagem, ainda mais quando se trata de uma estadia por um período maior no exterior. Para evitar transtornos, há formas de simplificar esse processo.

Os itens a serem levados na mala podem variar de acordo com o país onde o intercâmbio será realizado. Grande parte das vezes, o estudante acaba levando roupas desnecessárias. Por outro lado, é preciso ter cuidado para não esquecer o essencial.

 

O que levar?

O interessante é levar roupas básicas e de cores neutras, pois, por ter que vesti-las muitas vezes, as chances de enjoar das peças levadas não ocorre tão rápido. Levar roupas e sapatos confortáveis também é imprescindível.

Na bagagem de mão é muito importante levar um casaco, mesmo que o destino seja de temperaturas altas, uma vez que o ar condicionado do avião pode ser forte. Procure colocar nessa bagagem objetos de valor como jóias, celular, notebook, câmera e fique sempre muito atento. Inclua também uma muda de roupa para o caso de extravio da bagagem.

É importante ter nessa mala o endereço e o telefone da escola, da família ou do dormitório onde irá ficar, além de todos os documentos pessoais. Caso haja qualquer atraso ou mudança no seu voo, é recomendável avisar os que aguardam a sua chegada. Para segurança, faça cópias de todos esses documentos e guarde um em cada mala, por precaução.

 

O que não levar?

Para aproveitar de maneira otimizada os espaços disponíveis na bagagem, é preciso ter bom senso ao arrumar a mala. Não é recomendável nesse tipo de viagem levar peças difíceis de combinar, chamativas, volumosas e que amarrotam facilmente. Peças repetidas, ou seja, aquelas que se assemelham muito e, é claro, roupas e calçados surrados e sujos não são aconselháveis.

A melhor dica para as bagagens é levar a menor quantidade de coisas possível. Os estudantes que realizam intercâmbios gostam de levar todas as melhores roupas que possuem e, com certeza, arrependem-se ao chegarem ao aeroporto, quando precisam carregar pela primeira vez a bagagem. Levar uma mala menor significa ter maior conforto durante toda a viagem. O melhor a se fazer é organizar as roupas para cada ocasião e levar no máximo duas peças extras, para casos de emergência.

Além do cuidado com o que levar na mala, deve-se estar atento às regras referentes às bagagens. Há restrições de alguns produtos para carregar na bagagem de mão em voos internacionais. As normas são da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e atendem às exigências de segurança da Organização Internacional de Aviação Civil (OACI).

Tesouras e outros objetos de metal pontiagudos não são permitidos na bagagem de mão. Líquidos em geral, incluindo remédios, gel, pasta, creme aerossol e similares deverão ser colocados em embalagens plásticas transparentes, fechadas, com capacidade máxima de 1 litro e não podem exceder o tamanho de 20x20 centímetros. Líquidos acima de 100 mililitros não poderão ser transportados na bagagem de mão, mesmo se o frasco estiver parcialmente cheio.