Enfermagem

O técnico em Enfermagem é considerado um curso profissionalizante onde o aluno aprenderá de forma prática procedimentos para atuar em hospitais, ambulatórios e clínicas.

Publicado por Érica Caetano em Graduação Tecnológica

Compartilhe

O técnico em Enfermagem pode atuar em vários segmentos da saúde
O técnico em Enfermagem pode atuar em vários segmentos da saúde

O curso Técnico em Enfermagem está atualmente entre os mais procurados. Os profissionais que atuam na área da saúde são de suma importância para a população, pois são eles que detêm de conhecimento e bagagem necessária para lidar com adversidades provenientes de problemas de saúde e, assim, contribuir para o bem-estar físico e mental da sociedade.

Voltado para a prevenção e recuperação de pacientes, o técnico em Enfermagem colabora para o bem-estar da saúde das mais variadas faixas etárias. É ele o responsável pelos cuidados com o paciente e dos procedimentos que nele for necessário efetuar, como curativos, administração de vacinas e medicamentos, procedimentos invasivos, verificação de sinais vitais, dentre outros.

 

Público-alvo

O interessado em atuar como técnico em Enfermagem precisa ser extremamente organizado e disciplinado, afinal de contas, ele lida diretamente com pacientes de diferentes enfermidades e em vários períodos do dia. Além disso, é preciso ter assiduidade para cumprir os plantões que o trabalho exige e para conseguir realizar as tarefas de forma sistemática. É preciso que o técnico tenha também a sensibilidade aguçada para detectar possíveis melhoras ou pioras no estado dos pacientes que ficam sob sua responsabilidade.

 

O curso

Assim como o curso de bacharelado, o técnico em Enfermagem possui a maioria de suas disciplinas voltada para a área de ciências biológicas e de saúde, como promoção da saúde mental e coletiva, anatomia e fisiologia humana, higiene e profilaxia, além de estágio em que o estudante exercita os procedimentos práticos do curso.

 

Duração média

3 a 4 semestres

 

Mercado de Trabalho

Com o aumento da expectativa de vida e a ascensão da classe média, que busca a cada dia melhor qualidade de vida, cresce o número de hospitais e centros clínicos, aumentando, assim, a procura por técnicos dessa área. Além disso, a profissão possui vasto campo de atuação devido ao surgimento de clínicas de variados segmentos e especialidades, bem como casas de repouso, laboratórios e consultórios que necessitam do auxílio desse profissional para desenvolver as atividades pertinentes à função.

 

Formas de Atuação

É preciso que esse profissional tenha muita paciência, disposição, respeito e cordialidade para atuar na prevenção e recuperação de pacientes, que passam por diversas dificuldades, dependendo de cada caso. O técnico tem a opção de poder trabalhar em variados tipos de unidades de saúde, como hospitais, estabelecimentos sociais que tenham profissionais desta área atuando, laboratórios de análises clínicas, creches, escolas, clubes, ambulatório de empresas e indústrias, asilos e SPAs desde que sob a supervisão de um enfermeiro.

                                                                                                                          

Campos de Atuação

Enfermagem de saúde pública

(orientação sobre prevenção de doenças, promoção da saúde da coletividade, atendimento de pacientes, formação, capacitação e supervisão de agentes de saúde etc.)

Enfermagem do trabalho

(atendimento ambulatorial em empresas, acompanhamento de programas de prevenção, manutenção da saúde de funcionários etc.)

Enfermagem pediátrica

(acompanhamento e avaliação do desenvolvimento da criança, orientação aos pais quanto às técnicas e cuidados com recém-nascidos etc.)

Enfermagem médico-cirúrgica

(cuidados pré e pós-operatório em prontos-socorros, clínicas, hospitais etc.)

Enfermagem obstétrica

(assistência a gestantes, parturientes e lactantes, acompanhamento de pré-natal, realização de exames, auxílio no parto e pós-parto etc.)

Enfermagem geriátrica

(atendimento de idosos em domicílios, casas de repouso, clínicas, hospitais etc.)

Atendimento domiciliar

(cuidado de pacientes em residências, auxílio ao paciente em exercícios terapêuticos e sua higiene pessoal etc.)

 

Regulamentação da profissão

Lei nº 57.498, de 26 de junho de 1986

Decreto nº 9.4406/87

 

Quantidade média de profissionais

Mais de 600 mil profissionais no Brasil em 2010

 

Remuneração média

R$ 900 a R$ 1,5 mil para profissionais recém-formados

Se aprovado pela Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 4924/09 fixará o seguinte valor como piso salarial do técnico em enfermagem: R$ 3.255

 

Exigências para exercício da profissão

Diploma de conclusão de curso de técnico em Enfermagem;

Habilitação legal - Registro Profissional no Conselho Regional de Enfermagem (COREN).

 

A opinião de quem entende

O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como técnico em enfermagem ou estudante da área. Conte-nos!

VEJA TAMBÉM

1 2