Psicologia

Psicologia utiliza de processos comparativos e analíticos para garantir a saúde mental do cliente.

Publicado por Wanja Borges em Ciências Humanas

Compartilhe

Grande parte dos profissionais se concentra no segmento de Psicologia Clínica
Grande parte dos profissionais se concentra no segmento de Psicologia Clínica

Por que e como os seres humanos tomam determinadas atitudes é o tema central do estudo da psicologia. Integrada muitas vezes a outras áreas, como medicina e pedagogia, a profissão utiliza de processos comparativos e analíticos para garantir a saúde mental do cliente. 

Das mais diversas formas, é o psicólogo quem analisa o comportamento e pensamentos das pessoas. Dentre as várias competências deste profissional, está a realização de diagnóstico e prevenção de transtornos emocionais e da personalidade, tratamento de problemas de inadaptação ao meio social, criação e aplicação de testes de inteligência, aptidão etc. 

 

Público-alvo
Ter uma boa capacidade de ouvir e se preocupar com o bem-estar do próximo. Estas são as duas principais características que devem ser adotadas pelos psicólogos. Empatia, confiança, equilíbrio emocional, discrição, ética, responsabilidade, amadurecimento, imparcialidade e interesse nos comportamentos humanos também são aspectos importantes no exercício da profissão.

 

O curso
O curso de psicologia é composto, prioritariamente, por disciplinas da área de saúde e ciências biológicas. Nos primeiros períodos, o aluno assiste aulas introdutórias sobre o tema, inclusive de alguns segmentos da profissão. No decorrer do curso, informações mais específicas sobre cada área são repassadas aos alunos, a fim de orientá-los na escolha do campo de atuação. Normalmente, é no quinto ou sexto período que o estágio supervisionado tem início. Disciplinas optativas e atividades acadêmico-científico-culturais também integram a grade curricular do curso. 

 

Duração média 
Bacharelado / Licenciatura – 8 a 10 semestres 

 

Mercado de Trabalho
Grande parte dos profissionais se concentra na área de psicologia clínica, o que acaba acarretando em pouca oferta de serviço e má remuneração. Além disso, parte significativa dos recém-formados sofre dificuldades para se inserir no mercado de trabalho. Entretanto, os psicólogos contam com uma amplitude de possibilidades de atuação, a exemplo dos segmentos clínico, hospitalar, educacional e recursos humanos. A prestação de serviço social é uma das mais promissoras da área. 

 

Formas de Atuação
O profissional graduado em psicologia, além de poder dar aulas em faculdades, também pode atuar nos segmentos clínico, escolar, social-comunitário e organizacional com triagens, consultas, planejamento, assessoria etc. 

 

Campos de Atuação 
Comportamento do consumidor
(estudo do comportamento de determinado grupo de consumidores, para orientar o marketing de empresas privadas e agências de publicidade etc.) 

Ensino
(disciplina no ensino fundamental, médio, superior e magistério) 

Educação
(orientação psicopedagógica a educadores em geral, desenvolvimento de trabalhos junto a pedagogos que favoreçam a aprendizagem etc.) 

Neuropsicologia
(diagnóstico, acompanhamento, tratamento e pesquisa da cognição, das emoções, da personalidade e do comportamento sob enfoque da relação entre esses aspectos e o funcionamento cerebral etc.)

Psicologia esportiva
(orientação de atletas e preparação emocional para atividades esportivas e competições, maximização do rendimento, promoção da harmonia entre os membros de equipes e times etc.) 

Psicologia educacional
(Ajudar pais, professores e alunos a solucionar problemas de aprendizagem. Colaborar na elaboração de programas educacionais em creches e escolas.)

Psicomotricidade
(aplicação de técnicas específicas no tratamento de alterações psicológicas ou neuropsicológicas que afetam o desempenho motor, habilitação do paciente a desenvolver as funções normais dos seres humanos etc.) 

Psicologia clínica
(atendimento de pessoas que sofrem de problemas emocionais; intervenções individuais, em grupos, sociais, institucionais etc.) 

Social
(planejamento, execução e avaliação de programas comunitários e preventivos nas áreas de saúde pública, educação, trabalho, lazer, violência e segurança; acompanhamento em penitenciárias e órgãos de atendimento a menores e a idosos etc.)

Trabalho
(recrutamento, seleção e avaliação pessoal; elaboração e aplicação de programas etc.) 

 

Regulamentação da profissão 
Lei nº 4.119, de 27 de agosto de 1962

 

Quantidade média de profissionais
Mais de 200 mil profissionais no Brasil em 2012

 

Remuneração média
R$ 2.500 para jornada de trabalho de 30 horas semanais
R$ 3.700 para jornada de trabalho de 40 horas semanais

 

Exigências para exercício da profissão
Diploma de conclusão de curso de bacharelado em Psicologia;
Habilitação legal - Registro Profissional no Conselho Regional de Psicologia.

 

A opinião de quem entende
O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como psicólogo ou estudante da área. Conte-nos!

VEJA TAMBÉM

1 2