Obstetrícia

O profissional da área é capacitado para acompanhar a mulher durante todo o período de gestação.

Publicado por Letícia de Oliveira Januário em Ciências Biológicas e da Saúde

Compartilhe

A Obstetrícia é a ciência que estuda a reprodução humana.
A Obstetrícia é a ciência que estuda a reprodução humana.

A Obstetrícia é vinculada a área que estuda a reprodução humana. A meta dos Obstetrizes, como é chamado o profissional, é assistir integralmente e de forma humanizada as mulheres, especialmente as que se encontram em fase tão especial de suas vidas: a gravidez. O termo “Obstetrícia” vem da palava “obstetrix”, que é derivada do verbo “obstare” que significa: Ficar ao lado. 

No Brasil os cursos de Obstetrícia existiram até a década de 70, quando foram extintos, sendo a formação dos obstetrizes responsabilidade exclusiva das escolas de Enfermagem da época. Hoje para se tornar um profissional deve-se recorrer a uma das três possibilidades: cursar Medicina e fazer residência em Obstetrícia e Ginecologia; cursar Enfermagem e fazer pós-graduação em Obstetrícia, tornando-se um Enfermeiro Obstetra; ou cursar Bacharelado em Obstetrícia.

Público-alvo
Para se dedicar como Obstetriz o profissional precisa mais do que gostar da área da saúde. É preciso se dedicar à área humanística, já que o obstetriz está inserido nas fases do clico gravídico-puerperal, ou seja, desde o pré-natal até os cuidados pós-parto. 

O curso
O curso em Obstetrícia surgiu em 2005 na Universidade de São Paulo (USP) e é formada por matérias como Ciclo Vital Humano, Antropologia do Nascimento, Anatomia, Fisiologia e Endocrinologia do Sistema Reprodutor, Ética e Legislação Profissional, Biossegurança e Assistência à saúde da Mulher na Família e na Comunidade.

Duração média
Bacharelado – 8 Semestres.

Mercado de Trabalho
O Obstetriz é um profissional novo no mercado de trabalho, por conta disso ele vem conquistando aos poucos seu espaço. A demanda por profissionais está crescendo e a maior procura ainda é nos serviços privados de saúde, mas com o crescimento de programas lançados pelo Governo Federal, como a Rede Cegonha, aumenta também a procura por profissionais para a rede pública. 

Formas de Atuação
O Obstetriz está apto para realizar pré-natal, fazer intervenções necessárias para o parto normal ou até realizar partos desta condição, auxiliar cesarianas, acompanhar no pós-parto dando orientações sobre amamentação e outros cuidados com o recém-nascido, dar apoio psicológico a parturiente e sua família e realizar programas com os temas saúde da mulher e direitos sexuais e reprodutivos. 

Campos de Atuação
Hospitais particulares ou públicos na área de Obstetrícia, centros de parto normal, casas de parto, ambulatórios, unidades básicas, instituições de ensino e domicílios. 

Regulamentação da profissão
A primeira turma de Obstetrícia da USP é de 2008, mas somente em 2013 o Conselho Nacional de Enfermagem (Cofen) regulamentou a profissão. 

Remuneração média
R$ 2.500 (graduação) 
R$ 4.000 (pós-graduação) 

Exigências para exercício da profissão
- Diploma de conclusão de curso de bacharelado Obstetrícia.
- Formação em Medicina com Especialização em Obstetrícia e Ginecologia.
- Formação em Enfermagem com pós-graduação em Obstetrícia.

A opinião de quem entende
O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como Obstetriz ou estudante da área. Entre em contato conosco pelo e-mail contato@supervestibular.com.

VEJA TAMBÉM

1 2