Medicina Veterinária

Medicina Veterinária é responsável pelo bem-estar dos bichos e saúde da população.

Publicado por Wanja Borges em Ciências Biológicas e da Saúde

Compartilhe

Para atuar na área de Medicina Veterinária, profissional deve gostar de animais e de atividades científicas
Para atuar na área de Medicina Veterinária, profissional deve gostar de animais e de atividades científicas

Com o crescimento do número de animais domésticos no Brasil, o profissional graduado em Medicina Veterinária passou a ser demandado com frequência para a prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças. Considerados potenciais transmissores da raiva, cães e gatos vêm exigindo tratamento adequado a fim de evitar transmissão de vírus para seres humanos. Nesse sentido, mais do que promover o bem-estar do animal, é de responsabilidade do médico veterinário garantir saúde e qualidade de vida para a população.

Entre suas principais funções, tem destaque o diagnóstico de doenças, prescrição de medicamentos, realização de cirurgias, aplicação de vacinas, orientação sobre alimentação etc. Contudo, mais do que gostar de animal, o profissional também precisa saber se relacionar com pessoas e lidar com situações delicadas de doença, cirurgia e/ou morte de animais. Além disso, o médico veterinário também pode atuar com inspeções e fiscalizações sanitárias, produção, agronegócio etc. 

Perfil
Para atuar como médico veterinário, o profissional precisa, em primeiro lugar, gostar de animais e ter interesse por atividades científicas. Além disso, é preciso autocontrole, concentração, paciência, sensibilidade, habilidade manual, equilíbrio emocional, dentre outras características, para atuar no segmento. Manter-se informado e falar fluentemente mais de uma língua estrangeira também contribuem diretamente para o bom exercício da profissão. 

O curso
A graduação em Medicina Veterinária normalmente conta com disciplinas básicas nos três primeiros períodos, a exemplo de anatomia, bioética, bioquímica, biofísica, citologia, histologia, embriologia, ecologia, microbiologia, sociologia, dentre outras. Do segundo ano em diante, os estudantes contam com aulas mais específicas, como genética veterinária, farmacologia, patologia animal, nutrição animal, reprodução animal, economia rural, suinocultura, avicultura, obstetrícia veterinária etc. Além disso, disciplinas optativas, aulas práticas e estágio obrigatório também compõem a grade curricular do curso.  

Duração média 
Bacharelado – 10 semestres

Mercado de Trabalho
Com grande potencial de crescimento, o mercado pet fatura cerca de R$ 12 bilhões por ano no Brasil. Isso significa que o mercado de trabalho para médicos veterinários está cada vez mais promissor. Oportunidades no setor público estão sendo oferecidas com maior frequência, principalmente em órgãos ligados ao meio ambiente. Além disso, os setores de produção de carnes para exportação e de Agropecuária também estão em alta nos dias atuais. Já o mercado de veterinária clínica e cirúrgica vem sofrendo uma significativa saturação pela grande oferta de profissionais para poucas oportunidades de trabalho. 

Formas de Atuação
O profissional graduado em Medicina Veterinária pode atuar em clínicas para animais de estimação, seja como empreendedor ou como médico veterinário responsável. Além disso, ele pode trabalhar em indústrias, na produção de alimentos e/ou remédios, ou ainda no setor de marketing ou assistência técnica. Centros de pesquisa, fazendas, zoológicos, centros de controle de zoonoses e perícia técnica também são outras opções de atuação para o profissional. 

Campos de Atuação 
Ambiental
(estudo de animais silvestres em seu ambiente natural, identificação de doenças, reabilitação de animais soltos de cativeiro etc.) 

Clínica
(atendimento em clínicas; exame, diagnóstico e tratamento de animais de estimação etc.) 

Controle e Tecnologia para Populações Animais
(estudo e desenvolvimento de técnicas de criação e nutrição de rebanhos, melhoria genética, reprodução etc.) 

Industrial
(acompanhamento da produção de produtos de origem animal e/ou destinado para animais, como ração, vacina etc.) 
 
Perícia técnica
(avaliação do estado de saúde de animais de competições esportivas etc.)

Produção e sanidade animal
(controle da saúde de rebanhos, prevenção e controle de doenças rurais etc.) 

Saúde Pública Veterinária
(prevenção e controle de zoonoses, vigilância epidemiológica, sanitária e ambiental etc.) 

Tecnologia de produção animal
(melhoria da qualidade dos rebanhos, desenvolvimento de técnicas e métodos de aperfeiçoamento genético etc.) 

Regulamentação da profissão 
Lei nº 5.517, de 23 de outubro de 1968

Quantidade média de profissionais
Cerca de 90 mil médicos veterinários no Brasil em 2012

Remuneração média
R$ 2 mil a R$ 4 mil para profissionais recém-formados

Exigências para exercício da profissão
Diploma de conclusão de curso de bacharelado em Medicina Veterinária;
Habilitação legal - Registro Profissional no Conselho Regional de Medicina Veterinária.

A opinião de quem entende
O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como médico veterinário ou estudante da área. Conte-nos!

VEJA TAMBÉM

1 2