Geologia

O Geólogo se encarrega de pesquisar a ação de forças naturais sobre o planeta e suas consequências.

Publicado por Rafael Batista em Ciências Exatas

Compartilhe

O Geólogo pesquisa e analisa fósseis e minerais e a topografia dos terrenos
O Geólogo pesquisa e analisa fósseis e minerais e a topografia dos terrenos

A etimologia traduz a palavra Geologia em Ciência da Terra. São os estudos referentes a origem, composição e estrutura da crosta terrestre e as alterações ocorridas ao longo do tempo. Relaciona-se diretamente com outras ciências, como a Geografia e a Astronomia. No entanto, a geologia serve-se também de ferramentas fornecidas pela química, física e matemática, entre outras, ao passo que a biologia e a antropologia servem-se da geologia para dar suporte a muitos dos seus estudos.

É função de um geólogo a investigação de forças naturais exercidas sobre o planeta e suas consequências, como a erosão, a glaciação e a desertificação. Para isso, ele pesquisa e analisa fósseis e minerais e a topografia dos terrenos. Também localiza e acompanha a exploração de jazidas de minério, depósitos subterrâneos de água e reservas de petróleo e de gás natural. Além disso, um geólogo elabora planos para evitar os danos que a exploração desses recursos pode causar ao meio ambiente. Elabora relatórios de impacto ambiental e analisa o terreno antes da realização de grandes obras, como túneis, barragens, reservatórios, usinas, estradas e aterros. 

Público-alvo

Para ter um futuro promissor na carreira de geólogo é preciso, entre outras coisas, ser um amante da natureza, responsável, observador, sistemático no registro de suas atividades e ousado na formulação de hipóteses. Uma vez que a profissão requer esforço físico nas campanhas de campo é necessário disposição para tais atividades. Além disso, facilidade de relacionamento humano e de integração no trabalho de equipe. 

Curso

A graduação em Geologia começa com matérias básicas, como química, matemática, física e biologia, mas no primeiro ano o aluno já realiza atividades de campo para ter contato com os conteúdos próprios da Geologia. Entram no currículo também algumas disciplinas específicas, como petrografia (descrição e análise de rochas), sedimentologia e paleontologia. Parte considerável da formação ocorre em aulas práticas extraclasse. Os acadêmicos fazem mapeamentos e coletam materiais para análises laboratoriais. 

Duração Média

9 semestres (4 anos e meio)

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho na área é amplo, no entanto há carência de profissionais. Recentes descobertas no setor petrolífero, como a existência de petróleo na camada do pré-sal, trouxeram boas perspectivas ao mercado. Outra área favorável é a de mineração, as empresas da área estão buscando uma exploração cada vez mais moderna e sustentável, o que exige um forte trabalho de profissionais de geologia e gestão ambiental.

Possibilidades de atuação

Engenharia geológica: realizar o levantamento geológico e geotécnico de terrenos onde deverão ser construídos represas, túneis e estradas. 
Geofísica: estudar os fenômenos elétricos, térmicos, magnéticos, gravitacionais ou sísmicos do planeta.
Geologia ambiental: avaliar os riscos geológicos em terrenos que deverão ser ocupados e ainda estudar a recuperação de solos contaminados.
Geologia do petróleo: detectar e planejar a exploração de reservas petrolíferas e de gás natural, dentro da área de recursos energéticos.
Hidrogeologia: localizar depósitos de água subterrâneos e planejar sua exploração garantindo a pureza das águas.
Mineralogia: pesquisar minerais e gemas, descrevendo e quantificando suas propriedades para o uso das indústrias.
Paleontologia: identificar sítios que guardam fósseis para preservar o patrimônio paleontológico nacional.

Regulamentação da profissão:

Lei N° 4.076 de 23 de junho de 1962.

Quantidade média de profissionais:

Segundo a Federação Brasileira de Geólogos, o Brasil tem aproximadamente 12 mil profissionais da geologia no mercado.

Exigências para o exercício da profissão:

Diploma de Geólogo ou Engenheiro Geólogo e Registro junto ao Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea).

Onde o curso é oferecido:

Região Centro-oeste:
Distrito Federal: UNB (Brasília).
Mato Grosso: UFMT (Cuiabá).

Região Nordeste:
Bahia: UFBA (Salvador) e UFOB (Barreiras).
Ceará: UFC (Fortaleza)
Pernambuco: UFPE (Recife).
Rio Grande do Norte: UFRN (Natal).
Sergipe: UFS (São Cristóvão).

Região Norte:
Amazonas: Ufam (Manaus)
Pará: Ufopa (Santarém), UFPA (Belém) e Unifesspa (Marabá).
Roraima: UFRR (Boa Vista)

Região Sudeste:
Espírito Santo: Ufes (Vitória) e UVV (Vila Velha).
Minas Gerais: Uni-BH (Belo Horizonte), Finom (Paracatu), UFLA (Lavras), UFMG (Belo Horizonte) e UFU (Uberlândia).
Rio de Janeiro: UERJ (Rio de Janeiro), UFRJ (Rio de Janeiro) e UFRRJ (Seropédica).
São Paulo: Unimonte (Santos), USP (São Paulo), Unicamp (Campinas) e Unesp (São Paulo).

Região Sul:
Paraná: UFPR (Curitiba)
Rio Grande do Sul: Unipampa (Bagé), UniSinos (São Leopoldo) e UFRGS (Porto Alegre).
Santa Catarina: UFSC (Florianópolis).

Opinião de quem entende

O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como Geólogo ou estudante da área. Conte-nos através do e-mail contato@supervestibular.com

VEJA TAMBÉM

1 2