Home Guia de Profissões Engenharias Engenharia de Agrimensura e Cartográfica

Engenharia de Agrimensura e Cartográfica

Também conhecida com Engenharia Topográfica, é a ciência responsável pelo planejamento da ocupação correta do solo.

Publicado por Rafael Batista em Engenharias

Compartilhe

O Engenheiro Agrimensor é o responsável, entre outras coisas, por estudar terrenos para obras
O Engenheiro Agrimensor é o responsável, entre outras coisas, por estudar terrenos para obras

O Engenheiro Agrimensor e Cartográfico é o profissional responsável por fazer os levantamentos territoriais e as medições de um local que será demarcado ou receberá alguma construção, nas áreas urbana e rural. Está presente também nos Planos Diretores dos municípios, que visa orientar a correta ocupação do solo.

É função dessa engenharia também a atualização de arquivos de informações geográficas e topográficas. Apesar de ser uma área específica, está ligada a todas as outras engenharias, pois dela depende, por exemplo, as informações necessárias para início de qualquer edificação.

No que diz respeito a Agrimensura, o Engenheiro monitora e gerencia espaços físicos e desenvolve métodos para a melhor forma de ocupação de uma determinada área. Enquanto Cartografia, essa ciência elabora documentos e mapas com as informações geográficas e técnicas de campos monitorados. Já a Topografia é a área responsável por estudar os acidentes geográficos e propor intervenções para otimizar o uso de terras. 

Assim, a Engenharia de Agrimensura e Cartográfica, também conhecida como Engenharia Topográfica, é a responsável por estudar, mapear e propor ações em áreas que serão ocupadas.

Público-alvo

Quem pretende se formar nesta área precisa ter aptidão em conteúdos de exatas, principalmente física e matemática. Além disso, o estudante precisa ter gosto também pela geografia, especialmente pela fisiografia, pois o estudo físico da terra estará presente na atuação profissional.

Outras caraterísticas podem ajudar a se destacar neste ramo: criatividade, raciocínio lógico, agilidade e boa comunicação.

O curso

Como as demais engenharias, esta graduação também começa como uma formação básica, incluindo matérias comum a todas as outras. Nos primeiros períodos, os estudantes contam com disciplinas como Matemática, Física, Química, Mecânica e Processamento de Dados.

A formação específica da Engenharia de Agrimensura contém disciplinas como Desenho Topográfico e Cartográfico, Loteamento, Geoprocessamento, Sensoriamento Remoto e Posicionamento por Satélites. Algumas disciplinas facultativas podem ajudar o estudante em uma eventual especialização. É possível cursar, por exemplo, Divisão e Demarcação de Terras, Direito Agrário, Astronomia de Campo e Projeto Geométrico de Estradas.

Duração média

10 períodos ou cinco anos

Mercado de Trabalho

Sendo o profissional que concebe e viabiliza projetos de sistematização do mapeamento de terrenos, há muitas oportunidades no setor público, seja para obras, construções e até mesmo a regularização fundiária. Na administração municipal, é indispensável a participação de um Engenheiro Agrimensor para elaboração, execução e fiscalização do Plano Diretor.

Nas propriedades rurais este Engenheiro também encontra mercado, atendendo as demandas do Código Florestal. A demarcação de Áreas de Preservação Permanente e Reserva Legal são outras tarefas desse profissional.

Além do setor público, o Engenheiro Agrimensor e Cartográfico pode atuar na iniciativa privada, como em construção de núcleos habitacionais e edifícios, empresas de mineração, irrigação e drenagem. Instituições que prestam serviços ao setor público também carecem deste perfil profissional: usinas hidrelétricas, linhas de transmissão de energia, sistemas de água e esgoto, paisagismo, mapeamento em geral, dentre outros.

Campos de Atuação

Construção Civil
Supervisão, coordenação e orientação técnica em obras;

Fiscalização
Vistoria, perícia, laudo e parecer em obras e serviços técnicos;

Loteamentos
Estudo, planejamento, projeto e viabilidade técnica-econômica de áreas que serão ocupadas;

Coordenação de serviços
Direção de obra e elaboração de orçamento; 

Consultoria
Assistência, assessoria e execução de desenho técnico em obras da iniciativa privada;

Academia
Ensino, pesquisa, análise, divulgação e produção técnica e especializada;

Regulamentação da profissão

Decreto 23.569 de 11 de dezembro de 1933.

Quantidade média de profissionais

Segundo o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, o Brasil conta com mais de 5,2 mil profissionais da área registrados.

Remuneração média

De R$ 2,5 mil a R$ 5,8 mil para recém-formados.

Exigências para o exercício da profissão

Além do diploma de graduação em curso reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC), é necessário ter registro junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA).

A opinião de quem entende

O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como Engenheiro Agrimensor e Cartográfico ou estudante da área. Conte-nos!

VEJA TAMBÉM

1 2