Direito

Direito conta com mais de 50 áreas de atuação.

Publicado por Wanja Borges em Ciências Humanas

Compartilhe

O graduado em Direito pode exercer a profissão como advogado, em várias instâncias
O graduado em Direito pode exercer a profissão como advogado, em várias instâncias

Promover a igualdade de direitos e lutar pela justiça. É neste objetivo que o advogado pauta sua atuação profissional. Legalmente habilitado para orientar, esclarecer e defender juridicamente seus clientes, o profissional graduado em Direito assume grandes responsabilidades a fim de cuidar da aplicação de normas jurídicas vigentes no país e das relações de indivíduos e sociedade. 

Considerado como uma área saturada por muitos, o segmento vem se reciclando pela qualidade dos profissionais e pelo amplo leque de atuação, destinadas às áreas de advocacia e jurídica.  Ao todo, mais de 50 especialidades são oferecidas aos graduados. 

 

Público-alvo
O profissional graduado no curso de Direito deve ter conhecimento sobre filosofia, lógica, política e economia, além de gostar de ler, refletir e discutir todos os tipos de assuntos, com lógica e argumentação. Dominar a língua portuguesa, uma língua estrangeira (no mínimo) e termos básicos da advocacia também é primordial. Além disso, autoconfiança, capacidade de convencimento, discrição, espírito de investigação, autocontrole, senso crítico, iniciativa e ética são características imprescindíveis para o exercício da profissão. 

 

O curso
A grade curricular dos cursos de direito normalmente apresenta disciplinas teóricas nos três primeiros anos e práticas e específicas após este período. No início da graduação, matérias como português, sociologia, economia, teologia, antropologia, comunicação, dentre outras, são ministradas em paralelo às aulas de introdução ao estudo do direito, como história do direito, direito penal, administrativo, constitucional, empresarial, civil e processual. Além disso, aulas de práticas jurídicas também são oferecidas visando simular audiências e outras atividades típicas do ramo. O estágio é uma das disciplinas obrigatórias da graduação. 

 

Duração média 
Bacharelado – 10 semestres 

 

Mercado de Trabalho
Com o novo Código de Processo Civil, a demanda de profissionais de direito no setor público deve aumentar significativamente. Além disso, as maiores e melhores oportunidades na área se concentram em concursos públicos. Contudo, o setor privado também reúne uma diversidade de vagas, principalmente no segmento de direito tributário, que atualmente é carente de profissionais especializados. Outro fator importante é que advogados generalistas não costumam se destacar no mercado de trabalho, por isso, é aconselhável que os graduados busquem uma especialização logo após a conclusão da graduação. 

 

Formas de Atuação
O graduado em direito pode exercer a profissão como advogado, em várias instâncias, em departamentos jurídicos, empresas públicas ou escritórios privados. Grande parte das oportunidades se concentra na esfera pública, principalmente para os cargos de delegado de polícia, promotor de justiça, procurador, defensor público etc. Outra função dos bacharéis em Direito é o magistrado (juiz). Além disso, advogados podem atuar como autônomos e/ou professores de cursos preparatórios, graduações e especializações. 

 

Campos de Atuação 
Advocacia
(representação de empresas, instituições ou pessoas físicas em ações, processos ou contratos que envolvam clientes etc.) 

Advocacia Pública
(representação dos interesses da União, Estados e Municípios como procurador, zelo pela legalidade de seus atos, defesa de cidadãos de baixa renda etc.) 

Delegacia de polícia
(elaboração de inquéritos policiais, chefia de investigações, emissão de documentos públicos etc.) 

Direito Administrativo
(aplicação de normas e legislações específicas que regulam as atividades do poder público, empresas estatais, autarquias, fundações públicas etc.) 

Direito Ambiental
(atuação em ONGs e empresas públicas ou privadas, posicionamento sobre questões que envolvam a relação do homem com o meio ambiente etc.) 

Direito Civil
(subdivide-se em Direito das Coisas, Direito de Família e Direito das Obrigações) 

Direito Comercial
(atuação na intermediação das relações jurídicas que se referem ao comércio, participação da abertura, funcionamento e encerramento das empresas etc.) 

Direito do Consumidor
(atuação no campo das relações de consumo, preservação dos direitos dos consumidores etc.) 

Direito Contratual
(representação de pessoas físicas ou jurídicas na elaboração e na assinatura de contratos de compra e venda de bens ou serviços etc.) 

Direito Penal ou Criminal
(preparação e apresentação de defesa ou acusação em juízo etc.) 

Direito de Propriedade Intelectual
(atuação na área de direitos autorais, proteção de autores da falsificação, plágio e roubo de suas obras etc.) 

Direito da Tecnologia da informação
(análise de questões jurídicas ligadas ao uso da informática e às relações entre usuários, agentes e fornecedores etc.) 

Direito Trabalhista ou Previdenciário
(representação de pessoas físicas ou jurídicas em disputas referentes à relação entre empregado e empregador em causas ligadas ao contrato de trabalho etc.) 

Direito Tributário
(aplicação das normas que regulam a arrecadação de impostos e taxas, obrigações fiscais e tributárias etc.) 

Magistratura
(julgamento de processos e expedição de mandados de prisão, de busca ou apreensão etc.) 

Ministério público
(defesa dos interesses da sociedade perante o juiz, promoção de ações penais, apuração de responsabilidades, fiscalização do cumprimento das leis etc.) 

 

Regulamentação da profissão 
Lei nº 8.906, de 4 de julho de 1994

 

Quantidade média de profissionais
Mais de 600 mil profissionais em direito no Brasil 

 

Remuneração média
R$ 1,2 mil a R$ 2,5 mil para profissionais recém-formados 

 

Exigências para exercício da profissão
Diploma de conclusão de curso de bacharelado em Direito;
Aprovação no Exame de Ordem da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). 

 

A opinião de quem entende
O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como bacharel em direito ou estudante da área. Conte-nos!

VEJA TAMBÉM

1 2