Agronegócio

É importante que o estudante interessado no curso de Agronegócios seja detalhista, além de persistente.

Publicado por Érica Caetano em Graduação Tecnológica

Compartilhe

O mercado de Agronegócio vem crescendo muito e se tornando uma excelente área para se trabalhar
O mercado de Agronegócio vem crescendo muito e se tornando uma excelente área para se trabalhar

No Brasil, onde há uma grande diversidade de climas, abundância em água e terrenos de variados tipos, a pecuária e a agricultura são, sem dúvida, atividades muito importantes para o país, pois são essas duas áreas que movimentam e giram a economia.

Com um amplo mercado de atuação e que vem crescendo a cada dia, o tecnólogo em Agronegócios, além de lidar com questões administrativas industriais e de propriedades privadas do segmento agropecuário, ainda cuida da elaboração de projetos agrícolas, da implantação e melhoria de cadeias produtivas agroindustriais e agrícolas, envolvendo recursos humanos, financeiros, tecnológicos, materiais, insumos e informação.

 

Público-alvo

Para atuar na área é necessário ter conhecimento no que diz respeito à administração, bem como conhecimento em gerenciamento de propriedades rurais e certa habilidade em lidar com cálculos.

 

O curso

A grade do curso pode variar de acordo com a região ou com a universidade na qual o curso é ministrado. A base é aproximadamente a mesma, podendo ter variações no que diz respeito ao foco dado ao curso. Alguns cursos têm o foco no cultivo de plantas, outros na criação de animais ou ainda em gestão. As disciplinas envolvem matérias de Administração de Empresas, Biologia, Gestão de Projetos, além de conteúdos práticos que envolvem Técnicas Agrícolas. No curso, o graduando verá conteúdos relativos ao cotidiano das fazendas, como manejo de animais, colheita, drenagem e irrigação, fertilidade agrícola, reprodução e conservação do solo e máquinas agrícolas.

 

Duração média

De 4 a 6 semestres.

 

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho para o tecnólogo em agronegócios anda muito promissor devido à necessidade de grandes indústrias e agricultores de ter um profissional capacitado, com conhecimento suficiente no auxílio do desenvolvimento das atividades agropecuárias, sejam essas executadas em propriedades rurais, empresas comerciais, estabelecimentos agroindustriais, empresas de assistência técnica, extensão rural e pesquisa.

 

Formas de Atuação

Esse profissional pode atuar em indústrias que trabalham com produtos agrícolas, como processamento de carne, leite, frutas e afins, além de fazendas, organizações de agronegócios, ou ainda ter o seu próprio negócio ligado à área.

 

Campos de Atuação

Administração da Safra

(cálculo e planejamento da terra, planejamento para adubação e colheita etc.)

Orçamento

(controle de custos, elaboração de orçamento, implantação de sistemas etc.)

Administração de Produção

(planejamento e análise de custo, pesquisa e controle de produção etc.)

Coordenação de Produção

(coordenação, controle e armazenagem da produção etc.)

Vendas

(venda e controle de preços da produção, estudo de rentabilidade de custos e preços etc.)

 

Regulamentação do curso

O curso tecnológico em Agronegócios atende a proposta pedagógica estabelecida na Lei Federal nº 9.394/96, de 20 de dezembro de 1996.

Decreto Federal nº 5.154/04

 

Remuneração média

R$ 1 mil a 2,5 mil para profissionais recém-formados

 

Exigências para exercício da profissão

Diploma de conclusão de curso superior tecnológico em Agronegócio.

 

A opinião de quem entende

O Super Vestibular quer saber como é a sua experiência como técnico em agronegócios ou estudante da área. Conte-nos! 

VEJA TAMBÉM

1 2