Home Enem Tire suas dúvidas sobre o resultado do Enem

Tire suas dúvidas sobre o resultado do Enem

Saiba o que você pode fazer com as notas do maior exame educacional do Brasil

Publicado por Silvia Tancredi em Enem

Compartilhe

Resultado do Enem traz muitas dúvidas
Resultado do Enem traz muitas dúvidas

Atualizado por Lorraine Vilela

Agora que você tem o Gabarito Oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 em mãos, fica a expectativa de qual será sua nota, não é mesmo? Fique calmo (a)! O resultado oficial só sairá em 19 de janeiro de 2018

Enquanto o resultado do Enem não é publicado, que tal saber como é definida a nota e como a pontuação pode ser utilizada? Confira: 

Como vejo meu resultado?
Para conferir as suas notas, você deve acessar o site oficial do Enem. Em seguida, é necessário clicar na página do participante e inserir o número do seu CPF e a senha. Essa é a única maneira. O Ministério da Educação (MEC) já informou que não envia o resultado por carta ou por e-mail. 

Eu passei no Enem?
Diferente dos vestibulares, nos quais os candidatos fazem as provas e, depois, obtêm a classificação, no Enem não há lista de aprovados. Isso significa que fazer o exame educacional não é garantia de ingresso direto em universidades. Veja mais informações

Como calculo a minha nota?
Somente o Instituto Nacional de Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), organizador do Exame, pode calcular as notas do Enem. Mas sabemos que elas são mensuradas por um método complexo, chamado Teoria de Resposta ao Item, mais conhecido como Sistema TRI. Confira todos os detalhes

Posso entrar com recurso contra o resultado do Enem?
O Inep não aceita pedidos de revisão da nota do Enem. Os participantes têm acesso ao espelho da correção da redação, mas não podem entrar com recursos. A vista é apenas para fins pedagógicos. Nas últimas edições, alguns participantes entraram na Justiça para rever a nota, principalmente a da redação, mas não tiveram tanto sucesso. 

Como foi corrigida a minha redação do Enem?
Dois corretores avaliam o texto. Se houver divergências, entra um terceiro. Todos devem analisar se a redação contém as cinco competências expressas no Edital do Enem, tais como domínio da norma padrão e da estrutura da dissertação argumentativa, compreensão do tema proposto e elaboração da proposta de intervenção do problema abordado.

Quem tira nota 1.000 na redação do Enem?
Em todas as edições do exame educacional, poucos participantes atingiram essa pontuação. Em 2014, por exemplo, apenas 250 conseguiram essa nota. Sabemos que se dão bem aqueles que seguem à risca as cinco competências mencionadas acima. Saiba mais

Quais foram as notas mínimas e máximas do Enem?
Não existe um valor pré-determinado, pois os valores variam conforme as características dos itens de cada edição do Exame. No Enem de 2014, por exemplo, a menor nota foi 306,2 (Linguagem, Códigos e suas Tecnologias) e a maior 973,6 (Matemática e suas tecnologias). Isso significa que, entre todos os participantes, essas foram notas mais baixas e altas, não necessariamente em uma escala de 1 a 1.000. Veja mais

Como uso o Enem para entrar em universidades?
Com as notas em mãos, você já pode ingressar em instituições que aceitam o desempenho no Enem. Para isso, deve ficar atento ao período de inscrições dos  processos seletivos.

Você também pode entrar na universidade do seu interesse ao participar de programas educacionais do governo. Nesse caso, também é necessário apresentar as notas do Enem. Mas, antes, para avaliar se tem essa possibilidade, sugerimos que calcule a média do Enem. Confira abaixo os detalhes de cada programa. 

SiSU: grande parte das universidades federais adota o Sistema de Seleção Unificada como forma de ingresso. Por ano, são duas edições, sendo uma em janeiro e outra em julho. O prazo de inscrições costuma ser curto, por isso é necessário acompanhar o cronograma divulgado pelo MEC. Para participar, você deve fazer o cadastro no site do programa e candidatar-se à vaga do seu interesse. Se as suas notas forem maiores que a nota de corte do SiSU, você será selecionado. 

ProUni: o Programa Universidade para Todos oferta bolsas de estudo em universidades particulares. Somente podem se inscrever os candidatos que fizeram a última edição do Enem e tiraram, no mínimo, 450 na média das cinco provas e não zeraram a redação. As inscrições são feitas em período estipulado pelo MEC e em site próprio.

Fies: quem já fez as provas do Enem também pode utilizar o desempenho alcançado para financiar sua graduação por meio do Fundo de Financiamento Estudantil. São exigidas as mesmas médias que o ProUni e o cadastro também é feito no site do programa. 

Posso estudar fora do Brasil usando notas do Enem?
Sim. Entre 2014 e 2016, o MEC firmou acordo com 22 instituições de ensino portuguesas que passaram a adotar o Enem como forma de ingresso para estudantes brasileiros. Tem interesse? Confira quais são as universidades

E então, tirou as suas dúvidas, super vestibulando? Esperamos que sim, mas, caso ainda tenha alguma, deixa-a nos comentários e faremos o possível para procurar a resposta para você. 

VEJA TAMBÉM

1 2