Home Notícias Inep explica aumento da taxa no Enem 2017

Inep explica aumento da taxa no Enem 2017

O valor subiu de R$ 68 para R$ 82 e gerou reclamações.

Publicado por Rafael Batista em 19 de Abril de 2017 às 12:30 em Notícias

Compartilhe

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou na manhã desta quarta-feira, dia 19, um nota explicando o aumento no valor da taxa de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. A taxa, que custou R$ 68 em 2016, subiu para R$ 82, gerando muita reclamação entre os estudantes.

Segundo o Inep, o aumento foi de aproximadamente R$ 20% e tem duas justificativas. No primeiro argumento o instituto alega que 6% do valor refere-se o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de janeiro 2016 a janeiro de 2017. Os outros 14% seriam referentes ao mesmo índice que não foi aplicado entre os anos de 2004 e 2014, quando a taxa permaneceu fixada em R$ 35.

Outro fundamento é que a introdução de novos recursos de segurança na aplicação do exame teria aumentado os custos do Enem. Apesar disso, o Inep alega que o valor cobrado não paga todos os custos. Em 2016, por exemplo, quando a taxa era de R$ 68, o custo de cada participante ficou em R$ 91,49.

O grande números de participantes isentos tornam o exame ainda mais caro para o instituto. Segundo dados das últimas aplicações, aproximadamente 70% dos estudantes solicitaram isenção nos custos da inscrição.


Clique na imagem para ampliar

Comparação

Se comparados com importantes vestibulares brasileiros, a inscrição no Enem 2017 ainda é mais barata. A Fundação Universitária para o Vestibular (FUVEST) que seleciona estudantes para Universidade de São Paulo (USP) cobrou em seu último processo seletivo uma taxa no valor de R$ 145.


Clique na imagem para ampliar

Enem 2017

Para esta edição, as inscrições do Enem serão recebidas entre as 10h do dia 08 de maio e as 23h59 do dia 19 seguinte. As taxas no valor de R$ 82 devem ser pagas até o dia 25 do mesmo mês em qualquer agência bancária, além de lotéricas e agências dos Correios.

Estudantes do 3º ano do Ensino Médio de escolas públicas podem solicitar a isenção na taxa de inscrição. A gratuidade também será concedida para estudantes de baixa renda inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e beneficiados pela Lei no 12.799, de 10 de abril de 2013.

As provas do Enem 2017 serão aplicadas em 05 e 12 de novembro, dois domingos consecutivos, e não em um final de semana, como costumava acontecer. No primeiro dia, serão aplicadas as provas de Ciências Humanas, Linguagens e de Redação. Já no domingo seguinte, serão aplicadas as questões de Matemática e Ciências da Natureza.

Veja outros detalhes sobre o Enem 2017.

Com informações do Inep

VEJA TAMBÉM

1 2