Home Dicas Redação ou prova objetiva, por onde começar?

Redação ou prova objetiva, por onde começar?

Começar pela redação ou prova objetiva é uma decisão exclusiva dos vestibulandos; perfil e método devem ser levados em conta.

Publicado por Wanja Borges em Dicas

Compartilhe

Antes de decidir por começar pela redação ou não, o recomendável é que o estudante leia toda a prova
Antes de decidir por começar pela redação ou não, o recomendável é que o estudante leia toda a prova

Depois de muitos meses de estudo, dedicação e ansiedade, finalmente o grande dia chegou. Contudo, o que era pra ser um momento de alívio, muitas vezes acaba se transformando em uma situação embaraçosa. Ao se depararem com as provas, principalmente com conteúdos desconhecidos, milhares de estudantes entram em desespero e chegam a colocar tudo a perder. Nessa hora, respirar profundamente, acalmar os ânimos e traçar uma estratégia para resolução das questões é a melhor alternativa. 

É aí que vem a pergunta: redação ou prova objetiva, por onde começar? Em primeiro lugar, o candidato precisa analisar a metodologia utilizada, anteriormente, para resolução de simulados e outros testes. Considerar o perfil, ritmo e prática de cada estudante é a melhor forma de iniciar o processo. De qualquer forma, o aconselhável é fazer uma leitura de toda a prova assim que recebê-la. Além de ser importante para vistoriar possíveis falhas técnicas, auxilia o vestibulando a analisar o nível de dificuldade das questões.

Tempo

Em seguida, é preciso prever, de forma geral, o tempo que deverá ser destinado para a resolução de cada questão, levando em conta a produção da redação e o preenchimento do cartão-resposta. O tempo acaba sendo variável, já que nas questões mais fáceis será exigido um menor esforço, enquanto nas mais difíceis, será preciso dedicar mais tempo para sua resolução. Contudo, esta dica pode auxiliar o estudante a administrar melhor seu tempo e, principalmente, a manter a calma. 

Começar pelas fáceis ou difíceis?

É importante lembrar que a primeira e a última hora do vestibular tendem a ser menos produtivas, por conta da ansiedade e cansaço, respectivamente. Diante disso, alguns vestibulandos preferem começar a prova pelas questões mais fáceis, já que o acerto é praticamente garantido em decorrência do domínio do conteúdo. Por outro lado, existem estudantes que optam por iniciar o vestibular pelas disciplinas e/ou provas com maior peso, para tentar alavancar uma vantagem em relação aos concorrentes. 

Se o estudante optar por começar a prova pelas questões objetivas, a vantagem é que a leitura dos enunciados poderá auxiliá-lo na produção da redação e ele terá autonomia para resolver as questões fáceis, produzir o texto e depois retornar para a parte objetiva, se tiver interesse.

Veja como fazer uma boa redação

Agora se o vestibulando começar pela redação, o ideal é que ele a finalize para só depois responder as perguntas de múltipla escolha. Interromper a linha de raciocínio pode ser prejudicial para o seu desempenho na redação. Além disso, desta forma, é possível ter um maior controle do tempo restante e mais disposição. 

Pular questões difíceis, reservar um tempo para o preenchimento do cartão-resposta e fazer simulados para treinar a capacidade de administração do tempo são outras dicas que podem beneficiar o candidato. Contudo, vale ressaltar que a prioridade de resolução das questões é uma decisão exclusiva do vestibulando. Somente ele tem conhecimento sobre os conteúdos apreendidos e desconhecidos e sobre suas facilidades e dificuldades. Ainda assim, uma coisa é certa: quando se estuda, a ordem dos fatores não altera o produto e dicas deixam de ser idolatradas para serem escolhidas. Portanto, mãos na massa!

VEJA TAMBÉM

1 2