Home Dicas Como melhorar a memória?

Como melhorar a memória?

Turbinar a memória é uma das apostas dos estudantes para conseguir bons resultados no vestibular.

Publicado por Wanja Borges em Dicas

Compartilhe

Lapsos de memória são considerados os principais rivais dos estudantes durante os vestibulares
Lapsos de memória são considerados os principais rivais dos estudantes durante os vestibulares

Na teoria, a palavra memória se resume à capacidade de adquirir, armazenar e recuperar informações, seja internamente, no cérebro, ou externamente, em dispositivos artificiais. Na prática, ela tem se tornado uma das apostas dos vestibulandos para garantir um bom desempenho nos vestibulares e Enem. Contudo, o estresse e o desgaste mental, ocasionados pela intensa rotina de estudos, têm dificultado diretamente esse processo.  

Originados muitas vezes da falta de atenção, os lapsos de memória, popularmente conhecidos como brancos, vêm sendo considerados os principais rivais do estudante durante os vestibulares. Para evitá-los, o ideal é exercitar a mente e dar prioridade para os detalhes.

O que fazer

Fazer associações do conteúdo com imagens, símbolos, fotos e acontecimentos atuais e linkar mentalmente os conceitos com fatos inusitados pode ser um bom método para começar. Organizar os materiais estudados e revisá-los, com frequência, é outra dica importante. 

Em segundo lugar, é preciso identificar qual a forma de percepção mais eficiente para o candidato. Algumas pessoas conseguem apreender o conteúdo pela audição e, por isso, focam sua atenção na explicação do professor, em videoaulas e/ou na leitura do conteúdo em voz alta. Por outro lado, existem estudantes que priorizam o sentido da visão, direcionando seu aprendizado para leituras, ilustrações e esquemas gráficos. Nos dois casos, concentração e interesse são características que fazem toda a diferença. 

Dormir

O sono também pode influenciar neste quesito. Quem dorme bem, tem mais chances de armazenar os ensinamentos na memória de longo prazo. O mesmo acontece com quem se alimenta de forma correta. Alimentos como ovo, peixe, alface, laranja, frutas vermelhas, brócolis, cereais integrais são alguns dos aliados que podem auxiliar a turbinar a memória, já que são considerados fontes ricas de nutrientes. Manter-se hidratado também pode proporcionar um melhor funcionamento do metabolismo. 

Veja também: alimentação para vestibulandos

Outra alternativa é registrar o conteúdo apreendido. Quando o estudante escuta atentamente a explicação de um professor e toma nota daquele esclarecimento, as possibilidades de distração são reduzidas e a capacidade de compreensão é intensificada. Fazer resumos de conteúdos importantes e reescrever as anotações em letras e papeis maiores e distribui-las pelos cômodos da casa também são outras opções adotadas, com frequência, por muitos estudantes. 

Diante disso, é possível perceber que ter uma boa memória é uma questão de hábito e treino, por isso, o mais aconselhável é trabalhá-la durante a vida e os estudos. Deixar para se preocupar com os possíveis “brancos” apenas no grande dia pode acarretar em resultados negativos para o candidato.

Por outro lado, vale ressaltar que o êxito do estudante não depende exclusivamente de uma boa memória. Ela é só mais uma peça desse quebra-cabeça que exige estudo, calma e dedicação para ser solucionado.

VEJA TAMBÉM

1 2