Home Dicas Como equilibrar estudo e descanso para o vestibular?

Como equilibrar estudo e descanso para o vestibular?

Pesquisas comprovam que o descanso pode auxiliar diretamente na capacidade de aprendizado do vestibulando e no seu bom desempenho no vestibular.

Publicado por Wanja Borges em Dicas

Compartilhe

Intervalo entre os estudos para o vestibular é de fundamental importância para seu aproveitamento
Intervalo entre os estudos para o vestibular é de fundamental importância para seu aproveitamento

“Todo excesso traz, em si, o germe da autodestruição”, já dizia Aldous Huxley, renomado escritor inglês. Essa frase representa, com propriedade, as consequências da intensa rotina de estudos adotada por milhares de vestibulandos atualmente. Dedicar todo o tempo do seu dia para a temática vestibular nunca foi (e nem será) a melhor estratégia. Pesquisas comprovam que o ser humano, neurologicamente falando, necessita de intervalos entre suas atividades, sejam elas quais forem.

Em relação ao estudo, a situação é ainda mais delicada porque existe um cansaço mental, além de físico. Muitos estudantes chegam a dedicar cerca de 15 horas à preparação para o vestibular e, com medo de perderem tempo ou até mesmo de estarem em desvantagem em relação à concorrência, acabam fazendo isso sem qualquer pausa significativa. O que eles esquecem é que o cansaço gera perda de concentração e, consequentemente, reduz a produtividade e o rendimento dos estudos.

Dica

Nesse sentido, o ideal é reservar ao menos 10 minutos, a cada hora de estudo, para atividades secundárias que auxiliem o estudante a assimilar o conteúdo e recuperar suas energias. Tomar água, fazer um lanche, checar o Facebook, ir ao banheiro, conversar com outras pessoas, alongar e tomar um banho são algumas opções. O importante é se deslocar, temporariamente, para ambientes e temáticas diferentes, sem ultrapassar o tempo destinado ao intervalo e sem perder o foco e a concentração

Além disso, também é aconselhável destinar parte do tempo para sair com amigos e familiares, fazer uma atividade física ou assistir a um filme. O mais importante é aproveitar esse descanso como um momento de descontração, sem qualquer culpa. E, para isso, o ideal é não abusar dos excessos, como sair para uma boate, beber a noite inteira e dormir apenas quatro horas. Esse tipo de programação ajuda a tirar o estudante da rotina e do seu ponto de equilíbrio e acarreta na famosa consciência pesada. 

Descanse

Outra boa notícia é que o tão sonhado cochilo depois do almoço também pode auxiliar na capacidade de aprendizado. Se o seu corpo está dando sinais de que precisa de descanso, o melhor a fazer é atender ao pedido, principalmente quando o sono noturno não conta com horários regulares. Por outro lado, é preciso estabelecer um limite. Dormir mais do que o necessário pode dificultar o retorno dos estudos. Neste caso, 20 minutos são suficientes para o estudante relaxar seu corpo e mente e voltar à sua rotina pré-vestibular. 

O descanso não é um inimigo do vestibulando, pelo contrário, se for bem administrado, ele pode se transformar em um aliado capaz de auxiliá-lo, inclusive, a garantir um bom desempenho nas provas de seleção. Por outro lado, o estudo em excesso, bem como o lazer em excesso, como já dizia Aldous Huxley, podem se transformar em germes da autodestruição, por isso, para manter o equilíbrio, mais importante do que seguir todas essas dicas, é conhecer seus limites e saber respeitá-los. Bom senso em primeiro lugar. 

VEJA TAMBÉM

1 2