Home Bolsas de Estudos Bolsa Deficiência

Bolsa Deficiência

A Bolsa Deficiência é um auxílio que beneficia estudantes portadores de necessidades especiais.

Publicado por Érica Caetano em Bolsas de Estudos

Compartilhe

A Bolsa Deficiência estimula jovens com algum tipo de deficiência a ingressar no ensino superior
A Bolsa Deficiência estimula jovens com algum tipo de deficiência a ingressar no ensino superior

Apesar de poucas universidades terem aderido a esse tipo de programa, a Bolsa Deficiência tem como intuito auxiliar alunos com algum tipo de deficiência, seja ela física, sensorial ou de qualquer outro tipo, a fazer um curso superior nas mesmas condições e qualidade do que outros jovens. Através da ajuda de custo oferecida, o estudante tem a possibilidade de arcar com outras despesas decorrentes do curso, seja com gastos de deslocamento ou na aquisição de materiais que auxiliem o seu desempenho no decorrer das aulas.

Dentre as universidades que trabalham com esse tipo de bolsa, está a Universidade Federal do Piauí (UFPI), que possui a Bolsa Especial, administrada pela Coordenadoria de Assistência Comunitária (CACOM). Nesse programa, a bolsa é oferecida ao colega que auxilia o aluno com deficiência. O beneficiado precisa cumprir carga horária de 70 horas/mês e recebe o valor de R$ 200 mensalmente.

Os interessados em participar do processo seletivo da Bolsa Especial precisam estar matriculados em pelo menos três disciplinas do ano letivo e ter disponibilidade de, no mínimo, três horas diárias. As inscrições são feitas na CACOM e é necessário informar o nome de um colega de classe que tenha algum tipo de necessidade especial. Os coordenadores também podem fazer a indicação de um acompanhante.

A Universidade Federal Fluminense (UFF) é outra instituição atuante em bolsas para portadores de necessidades especiais através do Programa Bolsa de Apoio aos Estudantes com Deficiência. O projeto é coordenado pelo Departamento de Assuntos Comunitários (DAC). Para participar, o aluno precisa passar por avaliação socioeconômica, estar inscrito em quatro disciplinas (no mínimo) por semestre letivo de curso presencial, não exercer atividade remunerada pública ou privada e não participar de outro tipo de bolsa disponibilizada pela Universidade.

As inscrições são feitas via e-mail para o DAC. O estudante deve informar os seguintes dados: nome completo, número da matrícula, curso, endereço residencial completo, telefones e a cidade em que reside, dentro do prazo do processo seletivo. O benefício pode ser renovado a cada ano letivo, tendo como base os mesmos critérios de seleção. As vagas disponibilizadas têm duração máxima de dez meses para o ano letivo em curso e o benefício é concedido através de contracheque, após a assinatura do termo de compromisso.

VEJA TAMBÉM

1 2